domingo, maio 22, 2016

​Prefeitura recoloca ambulantes da Beira Rio de forma definitiva



Os comerciantes ambulantes previamente alocados na Avenida Beira Rio terão um novo espaço totalmente exclusivo e dedicado à comercialização de seus produtos. A via é um prolongamento da Rua Roberto Jacques Brunini a partir da Avenida Beira Rio e neste momento passa por obras de pavimentação, drenagem e instalação de iluminação pública. Além de segura e bem localizada, a nova área é livre da circulação de veículos e não apresenta qualquer risco aos vendedores e também aos consumidores. As obras serão entregues no prazo de 07 dias e a previsão é de que os contemplados se instalem atém o fim da semana que vem.

“Estamos muito contentes por finalmente  encerrar esta questão de forma permanente. Após um intenso trabalho de busca do lugar ideal, conseguimos encontrar um espaço que vai ao encontro das necessidades dos ambulantes e não prejudica as vias públicas, ou  mesmo os canteiros centrais. É gratificante saber que o trabalho feito em conjunto com a pasta municipal de Trabalho e Desenvolvimento Econômico e a Associação Cuiabana de Comida de Rua nos trouxe à conclusão dessa missão, que é garantir o direito do cidadão cuiabano de exercer seu trabalho sem ferir a legislação municipal”, revelou Eduardo Henrique de Souza, secretário municipal de Ordem Pública.

Além das obras de adequação, o novo espaço terá divisões pré-marcadas no pavimento, para que cada trailer ou box seja instalado em uma determinada área,  não comprometendo os demais. A fim de que não houvesse disputa entre os comerciantes pelos espaços, um sorteio foi realizado com os 13 ambulantes que ocuparão a via. “Pensamos em todas as variáveis possíveis para que esta seja a solução definitiva. Fornecemos o Termo de Permissão a todos os ambulantes, documento que os autoriza a exercer seu trabalho naquele local específico sem qualquer problema”, contou o secretário.

O acordo feito com os comerciantes implica também em algumas responsabilidades atribuídas a eles, como a manutenção, conservação e limpeza do local. Além dos cuidados em relação ao espaço, eles também são responsáveis pela instalação de uma grade de proteção, que visa cercar a área. “Ao encerrarem o expediente do dia, os 13 ambulantes devem fechar esse portão de proteção, certificando de que a via permanecerá resguardada. Isso é fundamental, pois preparamos ali uma espécie de Praça de Alimentação que será de uso contínuo deles. Este é o novo local de trabalho e eles precisam cuidar disso com toda a atenção possível”, concluiu.

0 comentários:

Postar um comentário