terça-feira, junho 14, 2016

13 aeroportos de Mato Grosso receberão investimentos de 500 milhões de reais do Governo Federal




O diretor do Programa Federal de Auxílio a Aeroportos da Secretaria de Aviação Civil (SAC), Eduardo Bernardi, confirmou que o estado de Mato Grosso deve receber R$ 500 milhões em recursos do Governo Federal para investimentos em 13 aeroportos regionais.

A maioria dos projetos do Programa de Aviação Regional devem ser concluídos até o final deste semestre e já estarão aptos para licitação. O secretário estadual de Infraestrutura e Logística (Sinfra), Marcelo Duarte, declarou que os aeroportos são fundamentais para a política de desenvolvimento da logística. “Um estado continental como Mato Grosso precisa urgentemente ampliar o seu modal aeroportuário. A gente percebe que as cidades que tiveram esta visão no passado se desenvolveram muito mais. Os recursos existem, por isso estamos trabalhando muito para a viabilização destes projetos para termos acesso aos investimentos”, afirmou.

Estes recursos são provenientes de “fundos perdidos”. Segundo o diretor da SAC, os valores ainda precisam ser descontingenciados pelo governo federal. “Os recursos são do Fundo de Aviação Civil que têm como fonte de receitas as outorgas dos grandes aeroportos. A ideia é que esse fundo possa beneficiar os aeroportos regionais”, explicou Bernardi.

Desde o início da semana, os técnicos da Secretaria Nacional de Aviação estão inspecionando os aeródromos de Mato Grosso. Os técnicos receberam informações de que as análises dos licenciamentos ambientais estão em ritmo acelerado.

Segundo a Secretaria Nacional, dos 13 aeroportos mato-grossenses contemplados no programa, nove estão em fase de elaboração de anteprojeto, etapa que antecede a licitação das obras. São eles: Alta Floresta, Barra do Garças, Cáceres, Juara, Rondonópolis, São Félix do Araguaia, Sinop, Tangará da Serra e Vila Rica.

Juína, Matupá e Pontes e Lacerda estão com a análise de estudos preliminares concluídas. Lucas do Rio Verde tem estudos de viabilidade técnica em análise.

O investimento total, estimado em R$ 7,3 bilhões, será aplicado na construção ou reforma de 270 aeroportos em todo o território nacional. O programa foi criado com o objetivo de conectar o Brasil e levar desenvolvimento e serviços sociais a lugares distantes das capitais brasileiras. O objetivo é que 96% da população esteja a, no máximo, 100 quilômetros de um terminal aeroportuário. Hoje, mais de 40 milhões de brasileiros vivem a centenas de quilômetros do aeroporto mais próximo.



0 comentários:

Postar um comentário