sábado, junho 11, 2016

Alunos da rede municipal participaram de ação contra o Trabalho Infantil



Pelo menos 1.200 alunos de 29 escolas municipais de Cuiabá participaram nesta sexta-feira (10-06-16), na Arena Pantanal, de ação de combate ao Trabalho Infantil. O evento integra a programação do Dia Mundial de Combate ao Trabalho Infantil, que é comemorado neste domingo (12-06-16), que este ano traz como tema “Diga não ao Trabalho Infantil na Cadeira Pública”.

O evento foi promovido pelo Fórum Estadual de Prevenção e Erradicação ao Trabalho Infantil (Fepeti), composto por várias instituições que trabalham na fiscalização e combate a esse tipo de atividade. A Prefeitura participou como parceria, por meio das Secretarias de Educação e Cultura, Esporte e Turismo.

A procuradora do Ministério Público do Trabalho de Mato Grosso, Amanda Broecker, informou que a situação é mais grave do que se pode imaginar. Segundo ela, no estado existem quase 70 mil crianças trabalhando e as denúncias raramente chegam até os órgãos competentes. “O trabalho infantil ainda é invisível aos olhos da sociedade, ou seja, as pessoas ainda não enxergam o trabalho infantil como uma forma de violação do direito da criança e isso é um problema que precisa ser combatido de vez”, observou a procuradora.

A secretaria de Esportes participou do evento promovendo atividades esportivas e recreativas e orientações esportivas. Pelo menos 13 profissionais da Secretaria, entre professores e recreadores comandaram as atividades. “O esporte também tem seu papel importante no combate ao trabalho infantil, pois é uma forma de garantir à criança o direito de brincar e se divertir”, destacou o diretor de Esportes de Cuiabá, Luiz Artur Ribeiro.


No centro da Arena Pantanal, onde foi montada uma grande praça de recreação, as crianças tiveram a oportunidade de fazer o que elas mais gostam: brincar! “Adorei participar dessa festa, foi tudo muito lindo. Seria muito bom se todas as crianças pudessem viver isso e nunca ter que trabalhar”, disse a aluna Mariana Silvia de Almeida, 11 anos.


0 comentários:

Postar um comentário