sexta-feira, junho 03, 2016

​Amigos do Rio Cuiabá preparam grande evento para a retirada de lixo do seu leito


A Defesa Civil do Município de Cuiabá participa no próximo no próximo sábado (04-06-16) do evento "Amigos do Rio Cuiabá". A iniciativa é uma grande ação de limpeza do rio em que estarão envolvidas diversas entidades. 

Também participarão da ação a Defesa Civil de Mato Grosso, Exército, Marinha, universidades (Unic, Univag e Unirondon), as secretarias de Serviços Urbanos, Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano e Cuiabá, e também secretarias da prefeitura de Várzea Grande. Entre as ONGs participantes estão a Embaixada Mundial de Ativistas pela Paz-Filhos da Mãe Terra, Instituto Mãe Natureza, Teoria Verde, além de quatro cooperativas de catadores e de materiais recicláveis.

A concentração das equipes será a partir das 8 horas na Praça do Porto. Equipes seguirão por terra fazendo a limpeza das margens e outras seguirão pelo rio com largada de barcos debaixo da ponte Júlio Muller em direção à comunidade São Gonçalo Beira Rio.

“No trajeto as equipes estarão recolhendo lixo, como sacos de plástico, garrafas PET e outros resíduos. Algumas tendas estarão localizadas tanto no lado de Cuiabá como de Várzea Grande [na Alameda e no Carrapicho] para o recolhimento do material”, explicou o coordenador da Defesa Civil de Cuiabá, José Zanete.

Caminhões da prefeitura de Cuiabá e de Várzea Grande estarão à disposição para fazer a coleta do lixo recolhido durante a ação do Amigos do Rio Cuiabá. Pelo menos sete barcos estarão dando apoio na coleta: dois da Defesa Civil de Cuiabá, três da Defesa Civil de Mato Grosso, e mais dois da Marinha, além de outras embarcações particulares.

De acordo com o diretor de Resíduos Sólidos da Secretaria de Serviços Urbanos, o ambientalista Abel Nascimento, pelo menos duas mil pessoas estarão envolvidas na ação de limpeza. “Já fizemos o reconhecimento do rio em duas etapas e também a mobilização nas escolas e comunidades ribeirinhas”, explicou Abel, que participou da reunião juntamente com o secretário de Serviços Urbanos, José Roberto Stopa.

O material recolhido será separado às margens do rio e o que puder ser reciclado vai para a coleta seletiva. “Vamos agregar valor a estes resíduos que estão no rio, gerando recursos financeiros aos cooperados”, acrescentou Abel.


0 comentários:

Postar um comentário