quarta-feira, junho 08, 2016

Domesticação de cães pode ter começado há quinze mil anos, diz estudo



Até agora, a origem dos cães domésticos tem permanecido um mistério - com cientistas discutindo sobre as duas hipóteses mais prováveis.

Uma delas sugere que os cães foram domesticados na Europa há mais de 15.000 anos, enquanto a outra diz que isso ocorreu na Ásia, há 12.500 anos.
Mas agora parece que ambas as hipóteses estão certas. É possível que a domesticação dos cães tenha acontecido em dois momentos e lugares diferentes da história.
Pesquisadores sequenciaram o genoma de um cão de 4.800 anos e analisaram o DNA mitocondrial de 59 cães do passado, que viveram entre 14.000 e 3.000 anos.
Os estudiosos concluíram que os cães mais modernos são uma mistura das duas linhagens.
“Talvez o motivo pelo qual não exista um consenso sobre a origem do cão doméstico é porque todos estejam certos”, disse Greg Larson da Oxford University.
O Dr. Larson disse que pode ser importante descobrir a origem dos cães.
Segundo ele, “é possível que a domesticação dos cães, em algum nível, mostre o momento no qual os seres humanos começaram a responder e interagir mais com seu ambiente. Isso não seria nem um pouco estranho.”

Fonte: Blog de Rob Waugh
Animais de estimação e a cura de doenças:

De acordo com estudos a companhia de um animal de estimação faz bem para a saúde, podendo ajudar a curar doenças. Ao cariciar um animal de estimação ou de conversar com ele, parece reduzir os níveis de estresse na maioria dos seus donos. Os cientistas acham que os sentimentos de amor e aceitação incondicional que as pessoas têm para com seus animais de estimação, é que desencadeiam uma proteína que alimenta o sistema imunológico (interferon). E o estado de intensa felicidade estimula o corpo a produzir substâncias analgésicas conhecidas como endorfinas, que afetam todo o organismo. A terapia com animais de estimação está sendo utilizada cada vez mais no tratamento de doenças.

Aqui estão 5 raças mais simpáticas que podem ser escolhidas para ser o seu animalzinho de estimação
1- O Shar Pei
Um cão amável, muito simpático e brincalhão, um bom amigo das crianças. O Shar Pei é reservado e independente. O Shar Pei é um cão teimoso e nem sempre obedece aos comandos do dono. Muito dominante, gosta de ser o único animal da casa, mas convive bem com outros animais, adora crianças. Mas é bastante leal e protetor.


2- O Shih Tzu

É uma raça ideal para apartamento, pois além de simpático, são calmos e quase não latem.
Shih Tzu é uma raça muito antiga, o nome Shih Tzu tem origem chinesa, que significa Cão Leão, por causa de sua aparência que lembra um leão. A origem do Shih Tzu ainda é um mistério, sabe-se que raça existe há milhares de anos, pois existem pinturas chinesas no século VI de cães que lembram a raça. Os monges tibetanos consideravam os Shih Tzus animais sagrados, eles ficavam em templos budistas tibetanos, onde os monges reverenciavam esses cães como sagrados.

3- O Dálmata

É um cão muito alegre, está sempre pronto para brincadeiras, adora correr e fazer longas caminhadas. Os Dálmatas são cães velozes e resistentes, são criados em sítios para acompanhar cavalos, conseguem correr um dia inteiro.




4- O Basset Hound

O Basset Hound é um cão de caça com um ar melancólico, mas o olhar melancólico, doce e triste do Basset Hound esconde um carácter alegre, brincalhão e muito amável. É um ótimo companheiro, muito fiel ao dono, carinhoso com todas as pessoas. O Basset Hound adora crianças, convive bem com outros animais. O Basset não gosta de ser deixado sozinho, pois destrói objetos, quando fica muitas horas sozinho. É um cão de caça e não de guarda e por isso recebe os estranhos com alegria. O Basset Hound vive bem em apartamentos, desde que faça passeios diários.


5- Dachshund ou Salsicha

Os salsichas são muito companheiros, carinhosos e protetores. Mas são ciumentos em relação a outros animais ou pessoas. Os ingleses chamam de Dachshund, mas no Brasil é conhecido como Salsicha, devido ao comprimento do corpo. É um cão bem teimoso, não sendo fácil treiná-lo. São bons cães de alerta, latem para estranhos.







Fonte: Cães e cachorros

0 comentários:

Postar um comentário