segunda-feira, junho 13, 2016

Peru vence com gol irregular, elimina Brasil e põe pressão sobre Dunga



A seleção brasileira não se classificou às quartas de final da Copa América Centenário. O time de Dunga criou boas chances e pressionou o Peru por um bom tempo na noite deste domingo (12-06-16), mas caiu de produção, foi prejudicado pela arbitragem e errou muitas finalizações – Elias perdeu chance clara dentro da pequena área, nos acréscimos. O resultado foi a derrota por 1 a 0, com gol de mão de Ruidíaz, e eliminação.

A derrota colocou ponto final na campanha da seleção brasileira, eliminada precocemente da Copa América Centenário. Desde 1987 o time canarinho não caía na primeira fase da competição. 

Cronistas esportivos que já não aceitavam Dunga, desde o início como técnico da seleção nacional, centram críticas e falam abertamente que o comandante deve deixar o cargo. A eliminação deve gerar pressão o suficiente para que Dunga seja demitido. O comandante começou a competição pressionado por causa do desempenho irregular e a sexta colocação nas Eliminatórias. O presidente da CBF, Marco Polo Del Nero, já ouve diversas reclamações de dirigentes de outras federações e sabe que até a pressão da imprensa será insustentável.

Tite, hoje no Corinthians, e Jorge Sampaoli, ex-técnico da seleção chilena, tiveram seus nomes comentados na CBF para substituir o comando da seleção verde e amarela antes de a competição nos EUA começar. 

O único fator que pesa a favor de Dunga, agora, é o atraso no planejamento para a disputa das Olimpíadas. A tendência, caso haja demissão dele, é que Rogério Micale, hoje interino, assuma o posto de maneira definitiva em busca do ouro olímpico.

0 comentários:

Postar um comentário