quinta-feira, junho 02, 2016

‘Pesos pesados’ do setor da construção civil são os alvos principais da 11ª fase da Operação Ararath


A operação é comandada pelo delegado Wilson Rodrigues de Souza Filho e  tem a participação de 90 policiais federais no cumprimento de 45 mandados de busca e apreensão e 3 mandados de condução coercitiva, expedidos pela 5ª Vara Federal de Mato Grosso.

Os mandados estão sendo cumpridos em Cuiabá e Várzea Grande em empresas do ramo imobiliário e em residências de alguns de seus controladores.

Entre os alvos da Polícia Federal estão alguns dos maiores nomes da construção civil de Mato Grosso.

A Construtora GMS é alvo da operação e o empresário George Maluf, sócio majoritário da São Benedito, já foi levado à Polícia Federal. O Grupo Todimo e o proprietário Antônio Pascoal Bortoloto também são alvos.

A assessoria da PF informou que o objetivo é colher provas sobre possível esquema de lavagem de dinheiro realizado com compra de imóveis em nome de terceiros, com recursos originários de crimes financeiros e corrupção investigados nas fases anteriores da operação.
Complemento (09h43)
O Grupo São Benedito divulgou nota oficial confirmando que "o diretor presidente da empresa, Marcelo Maluf, prestou esclarecimentos na sede da Polícia Federal em Cuiabá. Segundo a nota, o empresário compareceu na condição de declarante e já disponibilizou todos os documentos solicitados pela Polícia Federal.

Complemento (10h25)
A assessoria da PF informou que o delegado Wilson Rodrigues de Souza Filho, que comanda a Operação Ararath na sua 11ª fase, dará entrevista coletiva às 16 horas de hoje. Também foi informado de que a maior parte dos documentos apreendidos durante a operação chegaram na sede da Superintendência da Polícia Federal.

0 comentários:

Postar um comentário