quinta-feira, junho 02, 2016

Polícia Civil prende três pessoas por fraude na saúde


A Polícia Judiciária Civil do estado de São Paulo realiza a Operação Sanctorum, e  prendeu na manhã desta quinta-feira (02-06-16), Gilmar Aparecido Alves Bernardes.
O braço da operação também chegou à Cuiabá, com as prisões de Ronildo Pereira de Medeiros e Luiz Vedoin. Os detidos já haviam sido presos na Operação Sanguessugas em 2006.
Eles são acusados de participar de um esquema de desvio de verbas de emendas parlamentares destinadas a hospitais filantrópicos, com a compra superfaturada de equipamentos médico-hospitalares. 
Em Presidente Venceslau, os policiais civis realizaram buscas e apreensões na Santa Casa, na residência e escritório do provedor do hospital, Antonio José Aldrighi dos Santos. O delegado Mauro Shiguetoshi Chiyoda, que coordenou a operação em Cuiabá, informou o cumprimento das prisões e de buscas nas residências dos envolvidos. Eles serão encaminhados para a sede da Polícia Civil de São Paulo.

Polícia Civil informou que as investigações apuraram que o grupo alicia provedores de hospitais filantrópicos, muitas vezes com a promessa de pagamento de vantagem indevida e, em seguida, com a liberação dos recursos, a mesma organização empresarial criminosa ingressa na venda dos produtos por meio de empresas 'fantasmas' registradas em nome de 'laranjas', com a venda de produtos em valor muito superior ao de mercado, isso quando efetivamente ocorre a entrega.

0 comentários:

Postar um comentário