quinta-feira, agosto 18, 2016

Martine e Kahena vencem na vela e Brasil leva ouro




Campeãs mundiais, eleitas as melhores velejadoras do planeta e favoritas na primeira Olimpíada que disputariam na vida, justamente em casa. Com um desempenho brilhante, Martine Grael e Kahena Kunze ignoraram qualquer tipo de pressão, venceram a regata decisiva da classe 49er FX e conseguiram, na tarde desta quinta-feira (18-08-16), o sonhado ouro olímpico, o quarto do Brasil na Rio-2016.

Martine e Kahena, que fizeram a sua parte, só têm a comemorar. As duas chegaram como favoritas ao ouro e souberam lidar com a pressão em uma classe muito disputada até o fim.

Martine é a oitava medalhista da família Grael, a mais tradicional da vela brasileira. O tio, Lars, tem dois bronzes em 1988 e 1996, enquanto Torben soma cinco medalhas, sendo duas de ouro, entre 1984 e 2004. Kahena, filha do também ex-velejador Claudio Kunze, campeão mundial da classe Pinguim nos anos 1970. Hoje, porém, a glória é só das herdeiras, que alcançam, com méritos, seu lugar próprio no Olimpo.
UOL

0 comentários:

Postar um comentário