segunda-feira, agosto 15, 2016

Sem novidades; ah, tem mais uma paralisação na UFMT



Atrás do pano de fundo da aprovação de projetos de Leis que comprometem a qualidade dos serviços públicos, e que tramitam no Congresso Nacional nesse momento, os professores da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) decidiram aderir à orientação do ANDES - Sindicato Nacional e paralisar as atividades nesta terça-feira (16-08-16.

Será um movimento unificado, com estudantes e técnicos administrativos, intervindo dentro e fora da universidade.  

Os docentes têm a intenção, ainda, de fazer um cortejo fúnebre entre UFMT e Praça Ipiranga, levando um caixão com o corpo do presidente em exercício, Michel Temer.  O que para muitos fica bem clara a intenção política deste e alguns outros atos realizados por entidades comandadas pela agremiação política afastada do comando dopais.


Apesar das evidencias, o presidente da Seção Sindical do ANDES – Sindicato Nacional (Adufmat-Ssind), Reginaldo Araújo,disse que a entidade não está partidarizando a luta. “Nós temos posição contrária a qualquer governo que precarize os serviços públicos e as relações trabalhistas, como esse governo está fazendo, e como os anteriores também fizeram”, destacou.


0 comentários:

Postar um comentário