sábado, agosto 20, 2016

Veja lista das principais atrações subterrâneas do planeta

1) Coober Pedy, Austrália


A maioria dos habitantes de Coober Pedy, local do sul da Austrália, vive embaixo da terra e frequenta igrejas, restaurantes e lojas subterrâneas. Nesta cidade, que produz cerca de 70%  da opala do mundo, o forte sol é o motivo pelo qual as pessoas preferem ter a sua rotina embaixo do solo.






2) Mina de Sal de Wieliczka, Polônia


Situada perto de Cracóvia, no sul da Polônia, a mina de sal de Wieliczka operou entre o século 13 e 2007. Hoje, em um trecho de 3,2 quilômetros, o que corresponde a cerca de 2% da totalidade da  antiga mina, os visitantes encontram estátuas, lustres, uma capela e uma catedral, tudo feito inteiramente em sal.



3) Catacumbas de Paris, França


Visitar as Catacumbas é um dos passeios mais macabros que podem ser feitos na capital francesa. As Catacumbas de Paris abrigam os ossos de mais de seis milhões de pessoas que morreram entre 1785 e 1869, quando os cemitérios da cidade não conseguiam receber mais gente. Atualmente, um tour explora cerca de 1,5 quilômetro dos 290 do labirinto de passagens situadas a 20 metros abaixo da superfície.


4) Capadócia, Turquia


A região da Capadócia é conhecida por suas belas paisagens lunares que encantam os turistas, mas também pelas suas duzentas cidades subterrâneas, como são conhecidas as elaboradas redes  de túneis e cavernas talhadas nas rochas. Estima-se que os túneis tenham sido feitos a partir do século 8 a.C, com a capacidade de proteger milhares de pessoas.




5) Mary King’s Close, Edimburgo, Escócia


O beco de Mary King’s Close era uma das vias mais movimentadas de Edimburgo, capital da Escócia, até que uma grande epidemia em 1645 fez com que o local fosse isolado para que seus habitantes ficassem em quarentena. O beco voltou a ser aberto, mas terminou sendo lacrado em 1753, transformando-se em uma interessante atração da cidade e conservando de maneira intocada a arquitetura da época.



6) G Cans Project, Japão


O sistema de túneis projetado para proteger Tóquio de inundações causadas por chuvas e tsunamis é conhecido como G Cans Project e foi construído em 1992. A 50 metros da superfície, os túneis se estendem por cerca de 6 quilômetros e formam um imenso complexo hidráulico que impressiona os visitantes em tours guiados.



7) Túneis de Xangai, Estados Unidos


Os Túneis de Xangai são uma série de passagens que conectam uma vários porões de bares e hoteis da cidade de Portland, no estado americano de Oregon. Usados até o começo do século 18 para transportar mercadorias saídas do porto da cidade, os túneis se transformaram em atração turística da região.





8) Bunker de Greenbrier, Estados Unidos


No final da década de 1950, o governo dos Estados Unidos construiu um bunker no subsolo do luxuoso hotel Greenbrier, na Virginia do Oeste, para abrigar os membros do congresso em caso de guerra nuclear. Hoje, o local serve como um curioso registro da história americana, com 18 quartos, um hospital e uma porta de 25 toneladas.


9) Túneis de Cu Chi, Vietnã


Os túneis de Cu Chi foram usados pelos vietcongues durante a guerra do Vietnã como esconderijos, hospitais, armazéns e rotas de abastecimento: até um tanque foi encontrado dentro de um túnel. O complexo de 120 quilômetros faz parte de uma grande rede espalhada pelo país que foi crucial durante a guerra. Hoje, funciona como museu e memorial.




10) Moose Jaw, Canadá


Os túneis sob o centro da cidade canadense de Moose Jaw foram construídos no começo do século 20 para proteger trabalhadores chineses de uma onda racista durante a qual eram perseguidos. Famílias inteiras de imigrantes viviam dentro dos túneis, usados mais tarde para contrabando de máfias lideradas pelo famoso Al Capone. 





0 comentários:

Postar um comentário