sexta-feira, setembro 09, 2016

CAPS's promovem bazar em prol da oficina terapêutica


O primeiro bazar dos Centros de Apoio Psicossocial (CAPS), da Secretaria de Saúde de Cuiabá, acontece nesta sexta – feira (09-09-16) - das 09 às 15 horas, no Caps III AD (Centro de Apoio Psicossocial – Álcool e Drogas (CAPS III AD), localizado no bairro Jardim Europa (Rua Romênia, s/nº). O público poderá conhecer e adquirir peças confeccionadas pelos usuários atendidos pelo serviço.

O objetivo do bazar é divulgar o trabalho feito pelos usuários e conseguir subsídios para comprar material para dar  continuidade às atividades que vem sendo desenvolvido nas unidades e expandir os modelos das peças.

“A oficina de arte é fundamental para ajudar no tratamento, eles ficam felizes quando vão começar a fazer uma peça ou pintar, principalmente quando eles veem o trabalho finalizado. É gratificante”, explicou a coordenadora do CAPS II, Dorami Souza e Silva de Araujo.

Estão sendo comercializadas várias peças como guardanapos, pinturas em tela, garrafas e latas pintadas e trabalhadas, palhaço de tampinha de garrafa reciclável, vidros decorados, cabaças pintadas, vasos cachepô, bolsas, colares de fita, enfeites de garrafa pet, trabalhos com jornal, entre outros. Os preços dos produtos artesanais irão variar de R$ 10 a 30 reais.

Durante o bazar o público pode ver atrações como um show de talentos com os usuários, que farão apresentações de teatro, música, dança e declamação de poesias.

Os três Centros de Atenção Psicossocial da capital desenvolvem esse tipo de trabalho com os usuários, e todos têm uma profissional artesã. Cada usuário tem um técnico de referência, que fica responsável para acompanhar faltas, desistência, ligar, fazer visita a domicílio se necessário.

A saúde mental trabalha com a política de redução de danos para usuários dependentes de álcool e drogas, é o olhar diferenciado para o sujeito, trabalhando viés da redução dos danos do efeito causados pelas drogas, quais são as questões dela, qual o significado do uso da droga , o que levou aquela pessoa a fazer uso dessas substâncias.

                                                                       Tratamento
O tratamento começa com o acolhimento, os pacientes passam por uma avaliação da equipe, que é composta por psicóloga, psiquiatra, enfermeiro, farmacêutica, artesã e redutora de danos.

Além da oficina de arte, as unidades desenvolvem várias atividades como a  musicoterapia, palestras, filmes, e trabalhos recreativos como mesa de ping – pong, bola entre outros.

Durante o tratamento uma vez por semana a equipe se reúne para fazer estudos de casos de cada usuário, para analisar o que precisa ser feito em cada caso, se vai precisar de remédio, se precisa de tratamento especifico de psicologia e psiquiatra.

Os CAPS funcionam no período diurno e oferecem também lanche da manhã, almoço e lanche da tarde.


Duas vezes por semana os pais se reúnem em grupos e participam  de uma roda de conversa, para trocarem experiências.


0 comentários:

Postar um comentário