sexta-feira, janeiro 27, 2017

Assessoria de Imprensa: parte importante do processo comunicativo



Pois ela é uma das ferramentas que permite atender ao direito garantido por lei à informação, sobretudo, em instituições públicas, porém, não é isso que vemos em muitas prefeituras ou câmaras municipais de Mato Grosso. Percebe-se que para muitos prefeitos e vereadores, ainda não caiu à ficha de que uma boa assessoria de imprensa é o elo positivo do órgão com a mídia e o público em si, dando indícios às esses mesmos administradores expor de uma boa gestão. “O bom assessor é aquele que sabe ajudar o gestor a sinalizar a eficiência do próprio trabalho”, discorre os ensinamentos de Maristela Mafei, no livro Assessoria de Imprensa – como se relacionar com a mídia (editora Contexto).
Afinal, o papel da assessoria é fundamental para trabalhar a imagem da instituição e levar informações coerentes para a sociedade eleitora de maneira barata. Basta comparar o custo-benefício da assessoria após ter uma notícia da instituição publicada em sites, jornal impresso ou num canal de TV. A despesa recai praticamente somente na manutenção do jornalista ou da equipe de assessoria de imprensa, que pode até ser terceirizada. Não precisa ser um exímio conhecedor do assunto pra saber que o assessorado não se deve apegar somente na compra de espaço nos veículos de comunicação, em forma de anúncio. Além do método apresentar um custo diferenciado, não é efetivo em sua totalidade, pois o leitor já reconhece de cara que a tal publicidade está inserida como comunicação incitada. Mesmo assim, a comunicação através de anúncio jamais deve ser descartada, pois auxilia muito na divulgação dos feitos de qualquer administrador.
Claro que na contramão da história ainda existem prefeitos e vereadores, que em plena era digital e de livre acesso as informações, enraivecem diante das críticas sobre suas ações administrativas. Por isso muitos deles são contrários à divulgação de suas condutas, principalmente quando demonstram capengas no quesito gestar. Com a carência de boas atitudes para ser divulgada, muitos preferem ficar no anonimato. Quando o rótulo desses “ditos gestores” é focado em desmandos, incompetência e trapaças, ai sim, se engrandece o pensamento: de quanto mais quieto, melhor! E, infelizmente, essa regra não foge da cabeça e atitude de muitos políticos brasileiros. Sendo assim, na visão de certos retrógrados políticos, investir em assessoria de imprensa é colocar pra fora e de maneira espontânea, tudo aquilo que a sociedade não precisa saber. Muitos acreditam que fazendo tal exposição, automaticamente se despacham da vida pública. Seria para alguns como eminente suicídio político.  
Diante dos fatos, vários gestores não investem em assessoria de imprensa e fazem por esquecidos ou não sabedores da Lei nº 12.527/2011, que tem o propósito de regulamentar o direito constitucional de acesso dos cidadãos às informações públicas, que seus dispositivos são aplicáveis aos três Poderes da União: Estados, Distrito Federal e Municípios, pois, o acesso às informações significa um importante passo para a consolidação democrática do Brasil e também para o sucesso das ações de prevenção da corrupção no país, por tornar possível uma maior participação popular e o controle social das ações governamentais.
Não propagar as boas atividades ou pensar em conseguir esconder os malfeitos administrativos em meio às incontáveis tecnologias deste século é burrice, até porque a verdade sempre virá à tona: é uma das regras fundamentais do tempo. Se recorrermos à questão espiritual veremos no Evangelho de Jesus escrito pelo doutor Lucas, em seu capítulo 8, versículo 17 que diz: “Porquanto não há nada oculto que não venha a ser revelado, e nada escondido que não venha a ser conhecido e trazido à luz.”
Então senhores prefeitos e vereadores, trabalhem com honestidade e invistam numa boa assessoria de imprensa como ferramenta para gerir seu bom relacionamento com a mídia. Ela (AI) é parte importante do processo comunicativo da sua administração.


Elizeu Silva é jornalista em Mato Grosso – elizeulivramento@gmail.com

Click aqui para ler  notícias da primeira página

0 comentários:

Postar um comentário