terça-feira, janeiro 24, 2017

Caravana transforma realidade de quem está há 10 anos com catarata




Seo Deli e dona Maria não são amigos nem parentes, mas têm muito em comum: passaram dos 70 anos e há uma década convivem com catarata. Com o tempo, foram obrigados a abrir mão das atividades que mais gostavam e convivem com a aflição de não poder enxergar como antes. A partir dessa terça-feira (24.01), essas duas histórias terão mais um ponto em comum: o acesso à cirurgia por meio da Caravana da Transformação.

Eles estão entre os 1.040 cidadãos que procuraram o programa no primeiro dia da quarta edição, realizada em Jaciara (144 km ao Sul de Cuiabá). Até 03 de fevereiro, o programa atenderá pacientes de 19 municípios da região.

O primeiro a ser atendido pela equipe do programa, formada por voluntários, médicos e enfermeiros, foi o aposentado Deli Monteiro, de 72 anos. Há uma década a catarata afetou seus dois olhos e o impede de fazer aquilo que gosta: trabalhar com construção civil. Pedreiro a vida toda, Deli conta que hoje em dia mal consegue assentar piso.

Apesar de conviver com a catarata há tanto tempo, faz um ano que entrou para a fila do Sistema Único de Saúde (SUS) para realizar a cirurgia. Chegou a fazer todos os exames necessários, mas ainda não havia sido chamado. Este mês, ficou sabendo pelo rádio que a Caravana estaria na cidade e tratou logo de procurar a Secretaria de Saúde do município para checar a veracidade da informação.

A ansiedade era tamanha que Deli foi para o local do evento às 18h de segunda-feira (23.01), 11 horas antes do necessário, já que os atendimentos iniciaram às 6h desta terça-feira. Ele explica o motivo. “De onde eu venho é tradição chegar cedo aos lugares, meu pai me ensinou isso”. Assim que voltar a enxergar nitidamente como antes, Deli diz que só vai orar. “Vou agradecer a Deus pela vida dos médicos e pela oportunidade que tive”.

Caroline Lanhi 
FOTO Maria Anffe

Gcom-MT 


Click aqui para ler  notícias da primeira página

0 comentários:

Postar um comentário