terça-feira, janeiro 24, 2017

Garimpo comandado por grupo armado está desocupado



Os relógios marcavam 05h desta manha de terça-feira (24-01-17). O dia nem tinha amanhecido e o escuro da noite ainda imperava em Pontes e Lacerda, mas as forças de segurança já estavam apostas na pronta para invadir o e retirar os aventureiros armados que desde dezembro estavam explorando ilegalmente o garimpo na Serra da Borda, em Pontes e Lacerda.

O grupo, segundo a PM, era formado por cerca de 8 pessoas e estava fortemente armado, impedindo até aproximação de qualquer pessoa na área. Mas a valentia ao que parece acabou com a chegada da policia, pois todos deram no pé, escaparam do cerco policial pela mata.

Parece que os marginais tomaram juízo, já que se ficassem teriam que enfrentar policiais bem preparados para o confronto. A operação contou com agentes das polícias Militar e Civil, Politec, Gefron, Força Tática Garra, Corpo de Bombeiros, Rotam, Ciopaer, e Grupo de Operações Especiais (GOE).
Diversos policiais se espalharam pela mata na tentativa de localizar algum garimpeiro, mas ninguém foi preso.
No pé da serra, dois homens foram detidos ao tentarem entrar na região em motocicleta. Com eles foram apreendidos materiais que seriam utilizados para a extração do mineral.

Sobre a fuga em massa, as instituições de segurança do Estado alegaram que não ficaram surpreendidas porque a ação de desocupação da serra já vinha sendo realizada há alguns dias, através de barreiras policiais que evitam que mais pessoas subissem e prendia os que tentavam descer para comprar alimentação e água.


Click aqui para ler  notícias da primeira página

0 comentários:

Postar um comentário