sábado, fevereiro 25, 2017

Abílio Junior pede criação de CPI da saúde em Cuiabá


Após visita em quatro unidades de saúde pública em Cuiabá, o vereador Abílio Junior (PSC) pediu, durante sessão plenária, na Câmara Municipal de Vereadores, que fosse criada uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para apurar o cumprimento de escala por parte das equipes médicas, bem como a estrutura física e logística desses locais e o atendimento dispensado aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS).  

Em um dos locais visitados pelo vereador, a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro Morada do Ouro, foi constatado o descumprimento de horário de escola por parte de alguns médicos que, segundo ele, estavam no quarto de repouso, enquanto pacientes aguardavam impacientemente por atendimento.

Conforme a escala acessível no mural da UPA, deveriam estar em atendimento cinco médicos plantonistas entre o horário de 19h e 7h da manhã seguinte. Contudo, foi visto que, por volta de meia-noite, apenas um deles estava trabalhando, e que os outros quatro estariam na sala de repouso.

“É um absurdo isso, inadmissível. Uma unidade médica que poderia e deveria estar com cinco médicos atendendo a população, contar apenas com um deles. E, mesmo que haja o horário de repouso, onde está o bom senso desses profissionais, ao ver uma unidade cheia de pacientes e, mesmo assim, saírem praticamente todos para descansarem, ao mesmo tempo. Não podemos aceitar esse tipo de atitude numa área tão importante e carente como a da saúde pública”, disse Abílio Junior.

Diante do fato, que havia sido apontado por algumas das pessoas que aguardavam pelo atendimento médico, o parlamentar acionou a Polícia Militar, que esteve na unidade e acompanhou a vistoria, confirmando a ausência dos médicos.

Em virtude disso, o vereador registrou um boletim de ocorrência, registrando o fato, considerado por ele lastimável e carente de mudança imediata. 

Apesar dos apontamentos expostos pelo vereador, grande maioria dos demais parlamentares se posicionaram contra instaurar a CPI, sugerindo a apenas a presença do chefe da pasta explicações sobre o setor. 


Click aqui para ler  notícias da primeira página 

0 comentários:

Postar um comentário