sexta-feira, fevereiro 24, 2017

Novo ano, velhas finanças * Aifa Naomi



O ano pode ser novo, mas para muitas pessoas as dívidas são velhas e persistem tirando o sono. Mas nem tudo está perdido. É possível reverter a situação para terminar 2017 com as contas em dia e, mais do que isso, pode ser o ano de aprender a controlar as finanças e ter a tão sonhada saúde financeira que irá trazer bons resultados ao longo da vida. Na maioria das vezes sabemos o que fazer, mas não colocamos em prática. Por isso, mudar exige decisão e força de vontade para fazer o que é necessário.

Um bom começo é colocar as dívidas no papel ou na tela, para poder avaliar qual é a dimensão de cada gasto. A partir disso é possível fazer um planejamento financeiro, para saber quanto é gasto mensalmente com as contas fixas e quanto pode ser poupado para pagar as dívidas. Anotar tudo o que é gasto é uma atividade importante para identificar quais são os gargalos do orçamento e o que pode ser cortado.

A partir desses primeiros passos, é importante resistir às tentações e manter a meta. Comprar apenas o necessário pode parecer difícil no começo, porém, com algum tempo essa atitude passa a fazer parte da rotina. Pense se a compra é só por impulso ou se o objeto ou serviço é de fato uma necessidade para aquele momento. E, caso seja uma necessidade, uma boa dica é sempre pesquisar os preços, pois o mesmo item pode ser encontrado por valores bem diferentes.

Não significa deixar de gastar ou utilizar o cartão de crédito, mas avaliar as necessidades e planejar os gastos para investir no futuro ou mesmo para realizar algum desejo. Pode ser comprar uma casa, passar férias em um lugar paradisíaco ou comprar um novo computador que irá facilitar o trabalho. Com o planejamento financeiro é possível controlar os impulsos e direcionar os recursos para as melhores escolhas.

Fazer boas escolhas é importante para uma vida balanceada e também para ter finanças equilibradas. Precisamos escolher o que queremos plantar para colher bons frutos. E um desequilíbrio aconteceu, ainda dá tempo de reverter a situação e fazer do ano novo uma oportunidade para reestruturar o orçamento e voltar a ter noites de sono tranquilas.



Aifa Naomi é presidente do Sicoob Central MT/MS


Click aqui para ler  notícias da primeira página

0 comentários:

Postar um comentário