quarta-feira, março 08, 2017

Conheça a alimentação ideal para cada idade da mulher


Cada fase na vida da mulher tem uma necessidade alimentar diferente. Saiba do que seu corpo precisa e aproveite ao máximo!
Em cada fase da vida, o organismo feminino necessita de alimentos distintos. Existem etapas crucias em que o nosso organismo precisa de uma alimentação mais rica em determinados nutrientes e vitaminas.
Existem momentos em que você vai precisar redobrar a atenção com a saúde, como a gravidez, quando o corpo passa por sucessivas mudanças hormonais. Nessa fase, a oscilação hormonal pode ser amenizada pela alimentação, por exemplo,  com o aumento no consumo da quantidade de vegetais – fontes de ácido fólico imprescindíveis para o desenvolvimento fetal. “O ideal é manter uma alimentação adequada sempre e não somente se preocupar com o que consome apenas quando acontece uma alteração no organismo, porque a boa nutrição é um reflexo ao longo do tempo”, afirma a nutricionista da Unilever, Laís Aliberti.
Entre 20 e 30 anos
Nesta fase, a mulher está em plena atividade e, por causa disso, perde peso com mais facilidade, o que não significa que se alimentar sem regras é tolerável.  É necessário, portanto, o consumo de frutas, verduras e alimentos integrais, cujas fibras estimulam o funcionamento regular do intestino.
Outro grupo de alimentos relevante é o rico em cálcio. Bebida à base de soja, leites e derivados contém boas quantidades deste micronutriente,  podendo contribuir para a diminuição do risco de aparecimento de osteoporose futuramente.
Entre 40 e 50 anos
A mulher começa a passar por alteração hormonal, como a diminuição de estrogênio, resultando na menopausa. Por causa disso, uma dieta composta por frutas, verduras, legumes, carnes magras, grãos e produtos com baixos níveis de gordura é primordial. Nesse contexto, a soja é uma grande aliada, pois pode contribuir com a redução do colesterol sanguíneo, quando consumida de acordo com recomendações, e também com os sintomas da menopausa, como o calor noturno, segundo alguns estudos. É importante ressaltar que para que este efeito seja notado, estudos mostram que o consumo da soja não deve começar apenas nesta idade, mas sim ser contínuo desde o início da vida.
Mais de 60 anos
Nessa idade, a alimentação adequada continua sendo motivo de atenção. Para o processo de envelhecimento é importante manter o peso estável, pois o excesso de gordura pode trazer preocupações como doenças cardiovasculares e o baixo peso também pode ser prejudicial. A atenção não é apenas com o que comer, o foco volta-se também para a hidratação. A partir dos 60 anos, ocorre uma diminuição da capacidade sensorial, impactando a percepção de sede e, em decorrência disso, é necessário ficar alerta para consumir de 1 ½ litro a 2 litros de água por dia.
Dicas Gerais
O bom funcionamento do metabolismo depende de uma dieta equilibrada, influenciando diretamente no cabelo, pele e unhas.
A proteína, base da queratina, é fundamental para a formação do cabelo e é encontrada em carnes, peixes, leite, queijos e ovos. Esses alimentos também possuem cálcio e ferro, os quais também ajudam na nutrição das unhas.
O mau funcionamento do intestino também pode impactar negativamente na pele. Assim, o consumo de fibras contribui para o bom funcionamento do intestino. Além disso, beber bastante água ajuda na hidratação da pele.
“Mesmo com a correria, a mulher pode ser capaz de manter uma alimentação equilibrada. Ao montar o prato num restaurante por quilo, por exemplo, metade deve ser de verduras e legumes, já se for à La Carte é recomendável pedir por substituições de ingredientes mais saudáveis”, aconselha  Laís Aliberti.
Fonte:Mdemulher

0 comentários:

Postar um comentário