quinta-feira, março 16, 2017

Lista de Janot inclui, até agora, 31 nomes de oito partidos



A lista enviada pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, ao Supremo Tribunal Federal (STF), inclui, até o momento, 31 nomes de oito partidos políticos. Até o momento, aparecem na lista filiados do PMDB, PT, PSDB, DEM, PSD, PRB, PSB e PTB. Entre os nomes, há ministros, senadores, governadores, deputados e prefeitos.

Até o momento, o PMDB, partido do presidente Michel Temer, lidera o número de nomes conhecidos na lista, com 14 pessoas, seguido pelo PT, com 11 nomes.

Confira os principais nomes da lista:

PMDB: Moreira Franco, ministro da Secretaria-Geral - Eliseu Padilha, ministro da Casa Civil - Eunício Oliveira, presidente do Senado - Renan Calheiros, senador - Romero Jucá, senador  -  Edison Lobão, senador  -  Marta Suplicy, senadora - Luiz Fernando Pezão, governador do RJ  -  Renan Filho, governador de AL - Lúcio Vieira Lima, deputado federal -  Geddel Vieira Lima, ex-ministro - Sérgio Cabral, ex-governador do RJ  -  Eduardo Cunha, ex-presidente da Câmara  -  Paulo Skaf, presidente da Fiesp

PT: Luiz Inácio Lula da Silva, ex-presidente -  Dilma Rousseff, ex-presidente - Lindbergh Farias, senador - Jorge Viana, senador  -  Marco Maia, deputado federal  -  Andrés Sanchez, deputado federal  -  Fernando Pimentel, governador de MG  -  Tião Viana, governador de AC  -  Edinho Silva, prefeito de Araraquara  -  Guido Mantega, ex-ministro  -  Antonio Palocci, ex-ministro

PSDB: Aécio Neves, senador  -  José Serra, senador  -  Aloysio Nunes Ferreira, ministro das Relações Exteriores  -  Bruno Araújo, ministro das Cidades  -  Beto Richa, governador do PR  -  Duarte Nogueira, prefeito de Ribeirão Preto 

DEM: Rodrigo Maia, presidente da Câmara  -  José Carlos Aleluia, deputado federal

PSB: Lídice da Mata, senadora

PRB: Marcos Pereira, ministro da Indústria e Comércio

PSD : Gilberto Kassab, ministro das Comunicações


PTB: Paes Landim, deputado federal

Click aqui para ler  notícias da primeira página

0 comentários:

Postar um comentário