segunda-feira, março 06, 2017

Prefeito suspende multas que começariam a ser aplicadas nesta segunda-feira


Através de rede social, o prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, publicou na noite de ontem (domingo 05-03-17) comunicado dizendo que as multas que seriam aplicadas no transito da capital, a partir desta segunda-feira (06-03-17), estão  suspensas.
Emanuel destacou que não aconteceu debate e não foram feitas campanhas de orientação para os motoristas para que as câmeras da Semob, instaladas nas principais vias da capital comecem a multar. A medida seria para coibir a invasão nas faixas exclusivas para ônibus.
Em seu comunicado, o prefeito diz também que houve um grande ruído nas redes sociais por conta da medida e recuou da decisão  definindo que nos próximos 120 dias os infratores serão notificados, para conhecimento da infração, ainda sem a aplicação da multa devida. Neste mesmo período a equipe de comunicação da prefeitura vai trabalhar a difusão da informação sobre o sistema de forma amplificada.

Essas câmeras estão localizadas no cruzamento da Avenida Mato Grosso com a Tenente Coronel Duarte (Av. da Prainha); da Isaac Póvoas com a Prainha; da Carmindo de Campos com a Tancredo Neves, além do trecho na Avenida Historiador Rubens de Mendonça (CPA) próximo ao viaduto da Miguel Sutil.
Veja a íntegra do comunicado de Emanuel Pinheiro
Amigos e amigas das redes sociais,
Venho aqui pontuar uma situação que afeta enorme parcela da coletividade e reiterar que a nossa gestão na Prefeitura de Cuiabá sempre será pautada pelo diálogo, pelo bom senso e pelo interesse público.
Muitos de vocês devem ter tomado conhecimento da notícia que a Prefeitura, por meio da Secretaria de Mobilidade Urbana, começará nesta segunda-feira (6) a aplicar multas aos condutores de veículos que infringirem a faixa dedicada exclusivamente para os ônibus do transporte coletivo. E que para tal efeito utilizará as imagens das câmeras da Central de Monitoramento da Semob.
Percebi um grande ruído de comunicação neste episódio, que precisa ser esclarecido. Vou pontuar os fatos e depois anunciar minha decisão:
A Central de Monitoramento da Prefeitura de Cuiabá já era prevista para 2014, mas passou a funcionar efetivamente em 2015, dotada de 32 modernas câmeras, capazes de registrar ocorrências nas principais vias públicas da região Central da cidade. Ela não apenas monitora o trânsito, como auxilia a segurança pública e a Justiça nos casos de sinistro. É uma ferramenta tecnológica moderna que existe nas principais cidades do país e do mundo, capaz de potencializar o trabalho dos agentes públicos de trânsito.
A Prefeitura iniciou neste ano a implantação da faixa exclusiva para ônibus. Uma medida necessária para melhorar o fluxo do trânsito, reduzir o tempo médio de cada viagem, melhorar a eficiência do serviço e garantir o equilíbrio econômico financeiro do sistema, cuja tarifa eu decidi congelar por um ano para inverter um ciclo vicioso que perdurava há anos, onde aplicava-se o aumento na tarifa sem a devida contrapartida na melhoria do serviço. A faixa exclusiva é melhoria no serviço e um ganho para o sistema e para os usuários.

Diante disso os dirigentes da SEMOB vêm alertando desde o início de fevereiro que agora em março passariam a notificar os motoristas infratores. A medida visa defender o respeito à faixa exclusiva para ônibus. A legislação já prevê aplicação de multa e outras sanções, inclusive admite a utilização dos meios eletrônicos da Central de Monitoramento em auxílio ao agente de trânsito (amarelinho).
Entretanto, mesmo havendo previsão legal para a punição dos infratores, entendo que não promovemos previamente uma ampla campanha educativa e de esclarecimento ao público.
Como a regra da nossa gestão é o trânsito humanizado focando a "indústria da vida" e não a "indústria da multa", determinei a equipe da SEMOB a necessidade de ampliar a comunicação e se utilizar de medidas educativas antes de qualquer aplicação das sanções legais.
Ficou definido que nos próximos 120 dias os infratores serão notificados, para conhecimento da infração, ainda sem a aplicação da multa devida. Neste mesmo período a equipe de comunicação trabalhará a difusão da informação sobre o sistema de forma amplificada.
Vamos promover uma ampla campanha educativa, de informação, orientação, conscientização, divulgação da faixa exclusiva para ônibus e também monitorar o comportamento dos condutores.
Reitero aquilo que afirmei nas ruas e praças de Cuiabá durante a campanha eleitoral. Jamais a nossa gestão irá tomar medidas "goela abaixo" e sem uma ampla discussão com a sociedade. Fui eleito para melhorar a vida das pessoas.
Vamos investir na educação e na conscientização, mas não vacilaremos na defesa daquilo que é o melhor para o conjunto da sociedade. Respeito à faixa exclusiva dos ônibus. Essa é a regra para todos nós.

Um abraço a todos, que tenham um bom final de domingo e uma abençoada semana. 

Click aqui para ler  notícias da primeira página

0 comentários:

Postar um comentário