domingo, maio 07, 2017

Dicas para manter suas axilas saudáveis


Cuidar da família, divertir-se com os amigos, trabalhar todos os dias, e ainda achar tempo para praticar exercícios e realizar atividades recreativas. Os interesses de uma mulher ativa são muitos, e para cada uma, são diferentes. Mas há um objetivo comum a todas: sentir-se bem, bonita e saudável; a única forma de alcançar plenamente seu potencial.

Na lista de hábitos regulares que contribuem para alcançar esse objetivo, destacam-se uma alimentação adequada, praticar atividades físicas e reservar um tempo para relaxar, além de adotar certos cuidados de beleza, como maquiagem, tratamentos para o cabelo e depilação.

Mas você sabia que a prática da depilação pode ter suas complicações, sobretudo em áreas sensíveis como as axilas? Se a resposta é “não”, você está dentro da média: 40% das mulheres no Brasil não conhecem os danos causados pela depilação na pele das axilas, situação semelhante à de outros países, como a Inglaterra, onde 48% das mulheres ignoram esse fato.
Para que você não faça parte dessas esteatíticas e possa mostrar axilas bonitas e saudáveis, confira algumas informações sobre a depilação e seus efeitos:

1. Irritação - Tanto as lâminas como a cera deixam a região sensível: ao depilar as axilas, até 36% do que é retirado é pele. Por isso, as axilas ficam vulneráveis a irritações, ressecamento e até infecções.
Além disso, quando se usa uma lâmina, uma grande quantidade de pequenos cortes e talhos são abertos na superfície da pele. Apesar de cicatrizarem rapidamente e não provocarem danos profundos, podem causar irritação, sobretudo quando se aplica imediatamente depois um produto químico ou quando a área fica impregnada de suor.
Para evitar irritações, é fundamental usar produtos que cuidem da pele das suas axilas, como os antitranspirantes Dove, ajudando a pele a se recuperar dos efeitos da depilação, deixando suas axilas lindas e suaves em apenas cinco dias.
2. Queimaduras - Caso você se depile com cera quente, é preciso prestar muita atenção à temperatura: se estiver muito elevada, pode produzir pequenas queimaduras e a pele pode escurecer ou perder sua elasticidade.
3. Escurecimento - Além das queimaduras provocadas pela cera, outros fatores que podem escurecer a região das axilas são os cremes depilatórios – devido à ação de seus agentes químicos – e o sol. Evite a exposição aos raios solares depois de se depilar: fique na sombra, use blusas com mangas ou aplique um bom bloqueador solar.
4. Dor - Você sente que a depilação das axilas incomoda mais que em outras áreas do corpo? A dor pode estar relacionada ao seu ciclo menstrual. Se você estiver nesse período, a melhor opção é usar a lâmina de barbear, já que sua pele estará mais sensível e uma sessão de depilação com cera pode ser dolorosa demais.
5. Esfoliação - Para uma depilação mais eficiente e sem efeitos negativos, recomenda-se esfoliar a pele das axilas cerca de 24 horas antes de aplicar a cera ou a lâmina. Lembre-se de não esfoliar a pele logo depois para não irritá-la.
6. O chuveiro é seu aliado - Segundo o dermatologista Jonathan Zizmor, estimular os poros para que se abram antes da depilação pode ajudar a prevenir ou reduzir a aparição de espinhas incômodas e pelos encravados. É por isso que o chuveiro é um excelente lugar para se depilar, sobretudo nos dez primeiros minutos do banho. A umidade amacia os pelos, facilitando sua remoção. Depois desse período, a pele incha e compromete a depilação com lâmina.
Se você pretende se depilar com cera, o banho ajudará os poros a se dilatar, facilitando o processo. É necessário secar bem a pele com uma toalha ou espalhar talco antes de aplicar a cera.

0 comentários:

Postar um comentário