segunda-feira, abril 10, 2017

Gaeco realiza operação que antecipa ação violenta de bando em Cuiabá e interior do estado



O Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco) deu inicio na manhã desta segunda-feira (10-04-17) a Operação Conciliábulo. O nome da operação significa “reunião secreta de pessoas suspeitas de maus desígnios” ou ainda “conluio”. 
Estão sendo cumpridos 10 mandados de prisão em Cuiabá e Cáceres, além de mandados de busca e apreensão. Os mandados foram expedidos pela Vara do Crime Organizado.
Dos 10 mandados de prisão, nove já foram cumpridos, sendo três contra ex-policiais militares. Um dos ex-PMs ainda está sendo procurado.
As pessoas alvos da operação são acusadas de fazer parte de uma organização criminosa que estava em vias de executar crimes violentos contra uma empresa de transportes de valores e agências bancárias.
Líder do Comando Vermelho em Mato Grosso, Paulo César da Silva, o "Petróleo", é apontado como o chefe da ação que seria executada pelo bando.
Foram presos Vanderson Santos Marçal Sales, Marcos Roberto Alves, Vail da Silva Abreu, Ana Lúcia Pereira de Arruda, Vanderlei da Silva, Valdeil Pontes do Nascimento, Cerilo Pinto de França, Paulo César da Silva e Paulo Roberto Leal.
Os presos serão interrogados ainda hoje, procedimento que já está sendo realizado, e apresentados em juízo. Das audiências de custódia, podem ser liberados ou encaminhados ao sistema prisional.

As investigações e a deflagração da operação Conciliábulo foram realizadas por meio de ação conjunta entre Gaeco e Polícia Militar. Além dos policiais civis e militares, promotores de Justiça e delegados de Polícia do Gaeco, estão participando do cumprimento dos mandados judiciais policiais do Batalhão de Operações Policiais (Bope) e Força Tática de Cáceres, totalizando mais de 70 agentes. 

0 comentários:

Postar um comentário