segunda-feira, abril 17, 2017

Várzea Grande avança em atendimentos e anuncia novos investimentos na saúde


Quase 65 mil pacientes foram atendidos nos três primeiros meses deste ano de 2017, pelas duas unidades de saúde pública que funcionam 24 horas todos os dias da semana em Várzea Grande, que são o Hospital Pronto Socorro Municipal – HPSM e a Unidade de Pronto Atendimento – UPA IPASE.
Relatório interno da Secretaria Municipal de Saúde com a série histórica de cobertura da Atenção Básica, demonstra Também que as ações preventivas da saúde pública saltaram de 27,61% em 2012 para 42,79% em 2016, sendo que o período de maior crescimento foi entre 2015 e 2016 quando subiu de 32,15% para 42,79%, justamente quando a administração municipal foi assumida pela atual prefeita Lucimar Sacre de Campos.
O Hospital e Pronto Socorro atendeu a 35.958 pacientes realizando mais de 145 mil procedimentos (consultas, exames, vacinas, entre outros), uma média de 4 atendimentos por paciente. Já a UPA IPASE atendeu 28.849 pacientes e realizou 91.872 procedimentos, uma média de 3 atendimentos por paciente.
O secretário municipal de Saúde, Diógenes Marcondes, assinalou como essencial os esforços da administração municipal para com a Atenção Básica que evita a superlotação no Hospital e Pronto Socorro e na UPA. “Do total de pessoas atendidas pela UPA IPASE nos meses de janeiro, fevereiro e março que somaram 28,8 mil pacientes e 91,8 mil procedimentos entre consultas, exames, vacinas, aerossol entre outros, temos 20,5 mil pacientes classificados pelas cores azul ou não urgente e cores verde, pouco urgente que poderiam ter seus casos solucionados nas outras unidades de Atenção Básica”, explicou o secretário.
A priorização dos investimentos na saúde pública em Várzea Grande, segundo a prefeita Lucimar Sacre de Campos é para fazer frente ao déficit nos recursos públicos federais e estaduais. “Existe um déficit crescente na aplicação dos recursos públicos dos Governos Federal e Estadual, isto tem exigido do Tesouro Municipal o aporte ainda mais de recursos acima dos 15% previstos em lei, por isso temos conseguido avançar nos resultados”, disse a prefeita anunciando para maio a inauguração da reforma total da Policlínica do Cristo Rei e o lançamento das obras da UPA Cristo Rei.
Segundo o titular da pasta de Saúde, desde 2015 já foram totalmente reformadas e entregues as Policlínicas dos bairros Parque do Lago, Marajoara e 24 de Dezembro e agora em maio será inaugurada a Policlínica do Cristo Rei. “Também deverá ser reformada a Policlínica do Jardim Glória, já que as obras da UPA Cristo Rei estão estimadas para ficarem prontas em até 12 meses, portanto, só para o primeiro semestre de 2018 as mesmas deverão ser entregues a população. Com certeza o desempenho da UPA Cristo Rei será tão eficiente quanto o da UPA IPASE o que desafogará ainda mais o Hospital e Pronto Socorro Municipal, outra unidade que ainda em 2017 estará 100% reformada e equipada”, disse Diógenes Marcondes.
Quanto as 13 Unidades Básicas de Saúde que estão com suas obras paralisadas por decisão da Controladoria Geral da União – CGU, o secretário Diógenes Marcondes, frisou que a unidade implantada entre os bairros São Simão e Ouro Verde estão com suas obras retomadas e também deverá ser inaugurada em maio durante as festividades do Jubileu 150 Anos de Fundação de Várzea Grande.

Para o secretário, agora está se aguardando e preparando a retomada das mesmas dentro de um planejamento exequível e que possa ser cumprido pela administração municipal, pois são 13 unidades que demandam investimentos em pessoal da área médica e administrativa, em equipamentos e mobiliários.


Click aqui para ler  notícias da primeira página

0 comentários:

Postar um comentário