quinta-feira, abril 20, 2017

Várzea Grande cria Conselho de Esporte e Lazer


Determinada a fomentar a pratica esportiva como forma de interação social e de abrir novas perspectivas para a população, a prefeita de Várzea Grande, Lucimar Sacre de Campos, sancionou a Lei 4.198/2017 de autoria do vereador Ícaro Reveles (PSB), criando o Conselho Municipal de Esporte e Lazer – CMEL.

“O esporte é uma das maneiras mais promissoras das pessoas fazerem carreira profissional e de interagirem na busca de uma vida mais saudável”, disse a prefeita que reafirmou sua disposição em continuar investindo em obras que assegurem espaço para a pratica esportiva e para que a população possa se reunir.

O Conselho Municipal de Esportes e Lazer tem caráter consultivo, deliberativo, controlador e fiscalizador das políticas de esporte e lazer para cidade de Várzea Grande. “A intenção da lei é dar instrumentos para fomentar a pratica esportiva e até mesmo descobrir novos valores, abrindo perspectivas e principalmente possibilitando que o esporte seja indutor de uma boa qualidade de vida para todas as pessoas”, disse o vereador Ícaro Reveles, apontando o Conselho Municipal de Esporte e Lazer não oferece nenhuma remuneração aos seus membros.

Lucimar Campos sinalizou que diversas obras municipais no setor esportivo estão em execução neste momento, citando a Reforma Total do Ginásio de Esportes Júlio Domingos de Campos, o Fiotão, uma obra de quase R$ 6 milhões de recursos municipais e estaduais, diversas quadras poliesportivas nas unidades escolares para garantir aos alunos a pratica da educação física e a comunidade o entorno um espaço para atividades entre outras. “Ainda pretendemos reformar o Estádio Dito Souza no Grande Cristo Rei e também estamos lançando dentro da programação do Jubileu dos 150 Anos de Fundação de Várzea Grande, as obras do Centro de Iniciação Esportiva, que funcionará como uma atividade extracurricular para alunos da Rede Pública Municipal e como medida de integração das diversas comunidades existentes”, disse a prefeita ao sancionar a referida lei.

O Conselho Municipal de Esportes e Lazer – CMEL terá 09 membros titulares e respectivos suplentes, sendo cinco da área governamental, três representantes de associações, federações e entidades desportivas e um representante de entidades municipais que desenvolvem atividades desportivas de pessoas portadores de necessidades especiais ou pessoas com deficiência – PCD’s. Os conselheiros terão mandato de dois anos, permitida uma única recondução, e mesmo não tendo suas atividades remuneradas, mas compensadas pelo exercício relevante serviço prestado ao município, com caráter prioritário, em consequência, justificadas as ausências a qualquer outro serviço desde que motivadas pelas atividades deste Conselho.


Click aqui para ler  notícias da primeira página

0 comentários:

Postar um comentário