quinta-feira, abril 27, 2017

Várzea Grande discutiu em conferência as políticas públicas para a proteção da mulher



A prefeita Lucimar Sacre de Campos e o secretário municipal de Saúde, Diógenes Marcondes, participaram nesta quinta-feira (27-04-17) da abertura da 1ª Conferência Municipal de Saúde das Mulheres e reforçaram o compromisso de continuar investindo e ampliando os serviços ofertados no Município através do Sistema Único de Saúde (SUS).
A prefeita disse ao público composto por usuários do SUS, trabalhadores da saúde, representantes da gestão municipal de saúde e segmentos sociais, sobre os investimentos feitos no setor que atualmente são aplicados na saúde 26,7% da arrecadação municipal, valor bem acima dos 15% determinados em Lei e a meta é avançar garantindo melhorias, como por exemplo, na cobertura de programas e ações preventivas que compõem a Rede de Atenção Básica.  
O secretário Diógenes Marcondes falou sobre a importância para Várzea Grande da Conferência para tratar do tema saúde das mulheres sob a perspectiva da integralidade e equidade. Pontuou que historicamente as mulheres foram relegadas a um segundo plano, que seus direitos e oportunidades não foram respeitados, porém pela luta de muitas mulheres que batalharam pela emancipação da mulher vem colhendo bons frutos e avançando em diversas áreas. “Uma conferência como essa para tratar especificamente das demandas e necessidades de saúde da mulher na sua integralidade com equidade é um marco histórico, me sinto honrado em participar dessa vitória, desse momento. Nosso objetivo é que as palestras aqui proferidas nesse evento, as contribuições e reflexões resultem em deliberações para melhorias do Sistema Único de Saúde em Várzea Grande, no Estado e no Brasil para que ele seja mais equitativo, isso será uma grande vitória”, disse.
O secretário pontuou que o Município já vem realizando ações de proteção da mulher, e como exemplo citou uma portaria editada em 2016 de marcação de consultas de um dia para o outro para proteção das mulheres. “Antes, quem ia marcar consultas precisava ficar em filas de madrugada correndo risco de assalto e outras violências. Hoje todos os dias as unidades da Atenção Básica estão abertas diariamente para marcação de consultas para o dia seguinte, sem precisar chegar de madrugada para marcar ou ser atendido. Implantamos isso e vamos melhorar esse processo de marcação de consultas”, atestou o gestor.
As Conferências Municipais são fundamentais como base para as conferencias estaduais e federais, por isso as discussões do encontro foram divididos em eixos temáticos, com o objetivo de pensar os desafios atuais e propor as diretrizes para a Política Nacional de Atenção Integral à Saúde das Mulheres.

O tema central da Conferência, que orientou  as discussões foi sobre a "Saúde das Mulheres: Desafios para a Integralidade com Equidade", e foi desenvolvido em um eixo principal e em eixos temáticos. O seu eixo principal discutiu a “Implementação da Política Municipal, Estadual e Nacional de Atenção Integral à Saúde das Mulheres”.

Click aqui para ler  notícias da primeira página

0 comentários:

Postar um comentário