terça-feira, maio 30, 2017

Horto Florestal oferece contato com a natureza e mudas de árvores gratuitas aos visitantes


As pessoas que forem ao Horto Florestal terão a oportunidade de desfrutar de uma estrutura diferenciada. Com trilhas interpretativas e doações de mudas, o espaço é o único na Capital que oferece aos frequentadores um guia capacitado para orientar a respeito da educação ambiental durante o percurso do passeio, além de presentear com árvores frutíferas ou sombreiras sem qualquer custo.

“O espaço é um amplo pedaço verde em meio a uma cidade completamente urbana. É a oportunidade que os cuiabanos e visitantes de outras localidades têm de estar frente a frente com a natureza, convivendo com animais de pequeno porte sem grades e proteções, mas com a certeza de que o Horto oferece a segurança necessária para garantir um passeio agradável e enriquecedor”, afirma Zilda Helena, gerente do Horto Florestal.

Com orientações gerais sobre o meio ambiente e ecologia, o espaço permite uma imersão biológica no ecossistema presente na trilha. Com espécies que englobam os quatro biomas, é possível presenciar árvores da Floresta Amazônica, Mata Atlântica, pampas do sul e outras plantas que não pertencem à fauna e flora brasileira, como a Flamboyant, nativa da África.

Em se tratando de animais, o Horto conta com saguis, capivaras, cotias, macacos da noite (considerados animais raros), alouattas – também conhecidos como bugios –, entre outros. O local vai ainda mais além, oferecendo encontros semanais matutinos, onde os participantes tem a oportunidade de compartilhar experiências e lutas pessoais.

“O local é um laboratório natural, com um clima agradabilíssimo, que difere significativamente da temperatura do resto da Capital. Além disso, o Horto oferece frequentes palestras gratuitas, que buscam ampliar o debate sobre o nosso papel como agentes transformadores positivos em prol da preservação do ambiente. E outra alternativa de lazer são as Rodas de Terapia Comunitária, que acontecem todas às sextas-feiras, das 9h às 10h, conduzidas pela UFMT e pela Secretaria de Saúde. Nelas, os interessados encontram uma rede de apoio mútuo, um ambiente acolhedor onde dificuldades, lutas e vitórias podem ser compartilhadas em busca do suporte alheio”, pontua Zilda.

Quanto às doações de mudas, cada visitante pode levar uma valiosa lembrança do espaço. Com direito a uma unidade por pessoa, as opções de árvores são bem diversas e englobam pés de caju, mamão, oitis e muitas outras espécies, tanto frutíferas, como frondosas, ideias para quintais amplos e jardins. Para o secretário de Serviços Urbanos, José Roberto Stopa, este benefício é uma forma de estimular na população o cuidado e a valorização com o meio ambiente, trazendo uma pequena parte do Horto para dentro de casa.


O Horto Florestal abre de segunda à sexta, das 7h às 17h.

0 comentários:

Postar um comentário