quarta-feira, maio 24, 2017

Semob reforça fiscalização e apresenta balanço do primeiro dia da Operação Carga Pesada


A Prefeitura de Cuiabá, por meio da Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob), intensificou, desde ontem (terça-feira 23-05-17), a operação Carga Pesada com o apoio da Polícia Militar. O resultado foi 68 autos de infrações, especificamente, direcionadas para o tráfego de carretas que estavam desrespeitando a lei municipal nº 5.463/11 e circulando sem Autorização Especial de Trânsito (AET), permitida para o perímetro urbano. Os motoristas autuados pagarão multa de R$ 130,00 e terão quatro pontos negativos na carteira de habilitação.
Com quatro pontos fixos de abordagens e restrições, a operação contou com o efetivo de 12 agentes de trânsito.
De acordo com o secretário de Mobilidade Urbana, Antenor Figueiredo, os agentes estão fazendo as notificações conforme determina a lei, proibindo qualquer possibilidade de tráfego das carretas fora dos horários permitidos.
A operação teve inicio às 06h desta terça-feira (23-05-17) na rodovia Palmiro Paes de Barros, acesso para Santo Antônio de Leverger, e na rotatória da Guia, saída para a rodovia Emanuel Pinheiro (MT – 251 Chapada dos Guimarães). No período da tarde, a operação teve ponto fixo na Avenida Beira Rio com uma equipe de seis agentes motociclistas.
Houve fiscalização na Avenida Arquimedes Pereira (Estrada do Moinho) e na rotatória de acesso ao bairros Jardim Imperial, Chácara dos Pinheiros e na Avenida Fernando Correia da Costa, na rotatória da escola estadual Maria Dimpina, no Coxipó.

Durante três horas, os agentes verificaram e autuaram os motoristas infratores de veículos de grande porte. No entanto, 40 infratores foram autuados sem abordagens nas barreiras, quando tentaram desviar dos locais de fiscalização e outros 28 receberam autuação por abordagem, sem que houvesse rejeição à operação. Desse total, três carretas fugiram do cerco, mas foram retiradas do perímetro urbano por motociclitas que os abordaram em local seguro e aplicaram a autuação.

0 comentários:

Postar um comentário