quarta-feira, junho 07, 2017

Dívida de Emanuel Pinheiro que se arrasta desde 2000, faz juiz determinar bloqueio de salário do prefeito


A dívida de Emanuel Pinheiro (PMDB) é com a empresa Central de Marketing, Comunicação e Propaganda Ltda, que cobra uma dívida contraída por Emanuel em 2000, quando ele disputou a vaga de prefeito de Cuiabá pela primeira vez pelo antigo PFL, atual DEM.
A determinação é do juiz Luiz Octávio Saboia Ribeiro, da 3ª Vara Cível de Cuiabá, que determinou o cumprimento do bloqueio de 30% do salário do prefeito para pagamento da dívida com a Central de Marketing.
Emanuel Pinheiro está sendo processado desde 2002 na Justiça, com o objetivo de cobrar o pagamento de dívida de R$ 1.159.335,58, que hoje já ultrapassa os R$ 2 milhões.

Na decisão, o juiz Luiz Octávio determina que a Secretaria Municipal de Gestão e a Procuradoria Geral do Município sejam oficiados para proceder ao cumprimento da sentença. O próprio Emanuel Pinheiro também deverá ser intimado pessoalmente para tomar conhecimento da determinação.

0 comentários:

Postar um comentário