quarta-feira, junho 28, 2017

Especialistas analisam ações de combate ao trabalho infantil em VG e aprovam projetos


A prefeitura de Várzea Grande, por meio das secretarias municipais de Assistência Social; Educação, Cultura, Esportes e Lazer e de Defesa Social, encerrou a campanha de conscientização, alusiva ao “Dia Mundial e Nacional contra o Trabalho Infantil”, comemorado pelo calendário mundial em 12 de junho e que foi marcada no Município por uma programação diversificada empreendida ao longo deste mês. A Audiência Pública reuniu cerca de 150 pessoas no plenário da Câmara Municipal.
O intuito da campanha, como explicou a secretária municipal de Assistência Social, Kathe Martins, foi o de chamar à atenção dos empreendedores e microempreendedores das áreas econômicas: vestuário, construção civil e comércio, famílias que possuem filhos menores de 16 anos, além da população de modo geral, para os prejuízos sociais do trabalho infantil, assim como apresentar alternativas legais de trabalho para os adolescentes.
O secretário municipal de Defesa Social, coronel Alexander Torres Maia, reforçou que as políticas públicas que estão em execução no Município podem ser ampliadas e que a Audiência Pública e uma oportunidade para melhorar a prestação dos serviços e ações. Parafraseando uma passagem bíblica, Maia frisou que “há tempo certo para todas as coisas e que nossas crianças estão no tempo de aprender e de serem cuidadas”.
A presidente da Comissão da Infância e Adolescência da OAB/VG, Juciliana Martins, disse que no Estado existem 65 mil crianças e adolescentes fora da sala de aula. “Mato Grosso é o 9º estado do país em violação desse direito básico às crianças e adolescentes”.

O presidente do Conselho Municipal de Defesa da Criança e Adolescente (CMDCA), Leandro Momente, avaliou que todas as ações de conscientização realizadas pelo Município nesse mês, serviram para ampliar a articulação e fortalecimento às garantias de direito, por meio do arregimento da sociedade.

0 comentários:

Postar um comentário