sábado, junho 03, 2017

Estudo analisa a relação entre sexo e dinheiro



Até que ponto o dinheiro interfere na relação sexual das pessoas? Um estudo recente publicado pela revista Time, analisou como isso funciona na nova geração.
A pesquisa apontou que os casais que estão em sincronia com o dinheiro e se sentem mais financeiramente seguros, têm uma vida sexual melhor. Para esta geração, um dos fatos para se ter excitação é saber que “ambos estão na mesma situação quando se trata de questões de financeiras”.
Apesar disso, muitos ainda também querem manter sua independência e só querem dividir e misturar sua renda se eles viverem juntos com os parceiros.
As finanças se tornam uma grande preocupação e podem afetar o desejo quando o salário de um dos parceiros que gera incômodo. Quando uma duas pessoas sente que não “traz o suficiente” de dinheiro no relacionamento, pode se sentir desprezado e desfavorecido com o seu parceiro.
Segundo o estudo, uma boa comunicação sobre as finanças também pode aumentar a química com o casal e, sobretudo, a confiança.

O estudo aponta ainda os parâmetros do que as pessoas esperam da outra: Humor: 88%, financeiramente responsável: 88%, intelectual: 83%, fisicamente atraente: 66% e bom de cama: 58%.



0 comentários:

Postar um comentário