quinta-feira, junho 08, 2017

Financiamento para continuar a duplicação da BR-163 volta a ser estudado pelo BNDES


O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) vai priorizar os estudos para liberação de financiamento de longo prazo para serem investidos na duplicação da BR-163. As obras no trecho de responsabilidade da concessionária Rota do Oeste encontram-se paralisadas.

O empréstimo pelo BNDES foi um compromisso firmado pelo Governo Federal na época do leilão para concessão da rodovia, em uma extensão de 800 quilômetros, ligando a divisa de Mato Grosso do Sul até Sinop, no Norte de Mato Grosso.

A concessão da BR-163 prevê investimentos de R$ 6,8 bilhões ao longo dos 30 anos, sendo R$ 3,9 bilhões aplicados nos cinco primeiros anos. Além da duplicação, estavam previstos trabalhos de recuperação, conservação, manutenção, implantação de melhorias, serviços de operações e atendimento aos usuários.


O primeiro trecho duplicado foi de 117,6 quilômetros, entregue em março de 2016.  Além disso, também recuperou-se 28 quilômetros da Rodovia dos Imigrantes (BR-070), o chamado “Contorno Sul” de Cuiabá e Várzea Grande.

0 comentários:

Postar um comentário