quarta-feira, junho 28, 2017

Vereadores de Cuiabá defendem uso dos R$ 80 milhões de emendas parlamentares federais para ‘salvar’ a saúde do Estado





Na sessão ordinária de ontem (terça-feira 2706-17) os parlamentares com assesto na Câmara de Vereadores defenderam que os R$ 80 milhões provenientes de emendas parlamentares federais e que estavam reservados para equipar o novo Pronto Socorro de Cuiabá, sejam empregados de forma imediata para ‘salvar’ a saúde do Estado.

Uns dos primeiros a manifestar apoio ao emprego desse recurso imediatamente foi o vereador Abilio Junior (PSC). “Não concordo em guardar esse dinheiro agora para fazer algo depois com ele. A saúde do Estado e da nossa Capital pede socorro imediato”, enfatizou Abilio.

“Deixar de usar esse dinheiro agora é aumentar ainda mais o problema da saúde da Capital, pois há diversas unidades públicas e filantrópicas de saúde do interior do Estado que passam por problemas financeiros e administrativos e que necessitam de apoio. Do contrário, esses problemas vão ser totalmente absorvidos pela saúde da Capital”, avaliou Abilio.

Outro que usou a tribuna em favor do emprego da verba para sanear problemas pontuais da saúde atual do Estado foi o vereador Renivaldo Nascimento (PSDB). Segundo ele, “o Estado deve usar esse dinheiro, que já está na conta, para amenizar alguns problemas considerados pelo Governo Estadual como emergenciais. E, posteriormente, com acordo entre os deputados federais e os Poderes Executivos do Estado e do Município, buscar novas destinações de recursos para equipar o Pronto Socorro de Cuiabá”.

Líder do Governo Municipal junto à Câmara, vereador Lilo Pinheiro (PRP), disse em nome do prefeito Emanuel Pinheiro, que a Prefeitura de Cuiabá apoia o que for considerado o melhor para a saúde da Capital.

Os parlamentares Chico 2000 (PR), Wilson Kero Kero (PSL), Diego Guimarães (PP), Gilberto Figueiredo (PSB) também manifestaram, durante a sessão, apoio ao emprego do recurso para sanear problemas da saúde do Estado.


0 comentários:

Postar um comentário