quinta-feira, julho 20, 2017

Abertura de Congresso celebra 39 anos da Unemat


A Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat) completa 39 anos de fundação nesta quinta-feira (20-07-17), desde sua criação como Instituto de Ensino Superior de Cáceres (Iesc), em 1978. Nesse período, a Instituição viveu diversos momentos e teve várias nomenclaturas a fim de atender as exigências legais até se tornar Unemat, em 1993.
A reitora da Unemat, professora Ana Di Renzo se reuniu em Cáceres com alguns dos ex-reitores da instituição, em um ato que lembrou o aniversário da Universidade. Entre os presentes estavam a imortal da Acadêmica Mato-grossense de Letras, professora Olga Castrillon, professora Neuza Zattar, professora Rosa Maria, professor Arno Rieder e professor Taisir Karim.
A solenidade aconteceu na abertura dos trabalhos do Seminário Regional de Cáceres do 3º Congresso Universitário. Os ex-reitores lembraram que a Unemat, mesmo antes de ser estadualizada e se tornar universidade, sempre desejou estar presente em todo o Estado oportunizando a sociedade o acesso ao ensino superior público e gratuito.
Na oportunidade, foram apresentados à comunidade acadêmica os preparativos para homenagear os 40 anos da Instituição, em 2018. Entre as ações, foi criado um selo comemorativo que será utilizado junto com a logomarca da Unemat e que preserva as cores da bandeira do estado.

Atualmente a Unemat conta com aproximadamente 22 mil alunos que estão em 189 cursos de graduação, que incluem turmas únicas, cursos na modalidade a distância, educação indígena. A universidade conta com 17 programas de mestrados (institucionais, profissionais e em parceria com outras universidades), 11 doutorados (institucionais, em rede e em parceria com outras universidades) e está presente com alguma estrutura física em 42 municípios de Mato Grosso. Para atender essa demanda a instituição conta com cerca de 680 servidores técnico-administrativos e cerca de 1.200 servidores docentes, sendo que mais de 80% dos professores possuem mestrado e ou doutorado.  

 

0 comentários:

Postar um comentário