sexta-feira, julho 21, 2017

Depois de 10 horas chega ao fim cárcere de advogados


O casal de advogados Mário Ribeiro de Sá, de 76 anos e sua esposa, Elvira de Oliveira, de 54, foram liberados por dois assaltantes que mantiveram ambos por cerca de 10 horas como reféns. Os homens invadiram a residências do casal, no bairro Jardim Tropical - em Cuiabá, por volta de 04h da manhã desta sexta-feira (21-07-17).

De acordo com informações da PM, as duas vitimas passam bem. Os criminosos foram identificados como Renato de Miranda, de 30 anos e Odair de Castro, de 26. Eles vão responder pelos crimes de cárcere privado, roubo e danos ao patrimônio público, por terem danificado a viatura da Polícia Militar que os conduziu até a Central de Flagrantes. Os dois já possuem passagens na polícia. Segundo informações extraoficiais, os marginais estavam sob efeito de drogas.

Desde as primeiras horas da manhã, policiais do Batalhão de Operações Especiais (Bope) da Rotam, do GCCO, da Polícia Civil, estavam no local tentando negociar a soltura das vítimas. Uma viatura do Samu (Serviço de Atendimento Médico de Urgência) também foi acionada.

Durante a negociação, um dos bandidos foi até o portão da casa armado com uma faca e fez ameaças aos policiais. Ele estava com o rosto coberto por uma camiseta e com uma garrafa de bebida na mão. Por volta do meio dia, um assaltante foi até a frente da residência com a advogada Elvira de Oliveira e a ameaçou colocando a faca sobre o seu pescoço.


A esposa de um dos criminosos foi levada até o local com uma criança de colo. Depois, os bandidos disseram que só se entregariam na presença de um advogado. A negociação foi difícil porque os dois assaltantes estavam embriagados, após consumirem bebidas encontradas na casa. Após a chegada do jurista ao local é que os dois bandidos se entregaram e libertaram as vítimas.

 

0 comentários:

Postar um comentário