quinta-feira, julho 13, 2017

Várzea Grande vacina mais de 44 mil pessoas e atinge meta


Várzea Grande superou a meta da 19ª Campanha Nacional de Vacinação Contra a Influenza estipulada pelo Ministério da Saúde em vacinar 90% da população do município considerada de risco para complicações por gripe. Até 12 de julho, 44.106 mil doses foram aplicadas, o que representa 92,9% das pessoas que fazem parte dos grupos prioritários imunizados. Pelo município ter alcançado a meta, a imunização foi estendida à população várzeagrandense em geral contra os três tipos de vírus da gripe: H1N1, H3N2 e Influenza B, até acabar o estoque de vacinas nas unidades de saúde.
Entre o público alvo da campanha, o grupo dos idosos foi o que alcançou maior índice de imunização com 100% da meta (18.420 doses); em segundo estão os trabalhadores da saúde que foram imunizados em 99,3% da meta (4.963 doses); em terceiro as mulheres com até seis semanas pós-parto chamado grupo puerpério que alcançou 98,6% de imunização (618 doses); seguido das crianças com 84,4% de imunização (16.967 doses) e o grupo das gestantes que foi imunizado em 80% (2.950 doses).
Para o superintendente municipal de Vigilância em Saúde, Juliano Silva Melo, a procura intensa da população várzeagrandense pela vacina contra a gripe garantiu o cumprimento da meta de imunização definida pelo Ministério da Saúde. “De acordo com o Ministério da Saúde após alcançarmos a meta em 26 de maio foi permitido ampliar a vacinação a todas as pessoas da sociedade até o fim do estoque, independente de idade ou grupo de risco e, algumas unidades de saúde em Várzea Grande ainda possuem a vacina disponível”, avisa o superintendente de Vigilância em Saúde, Juliano Silva Melo.

O objetivo da vacina é reduzir as internações, complicações e mortes em decorrência das infecções pelo vírus da doença da gripe. O imunizante começou a ser aplicado em todo país às vésperas do inverno, período de maior incidência da doença. Estudos demonstram que a vacinação contra a gripe pode reduzir de 32% a 45% o número de hospitalizações por pneumonias e de 39% a 75% da mortalidade global e em, aproximadamente, 50% as doenças relacionadas à influenza.

 

0 comentários:

Postar um comentário