sexta-feira, agosto 25, 2017

Escola em Tempo Ampliado desperta em alunos produção artístico-cultural e literária


A Escola Municipal de Educação Básica ‘Abdala José de Almeida’ faz parte do projeto Escola em Tempo Ampliado (ETA), localizada no bairro são Mateus, em Várzea Grande, oferece aos alunos a oportunidade de leitura extracurricular, aprender musica, praticar esportes, fazer práticas em laboratório e teatro.
Nessa escola estão inserido nesse contexto 100 alunos do 5º ao 7º. De acordo com a diretora da escola Nilma Enedina, esse interesse pela leitura e atividades extracurriculares nem sempre foi à realidade da escola. “Se trata do resultado de um trabalho em equipe, formada pela política de educação, professores e comunidade escolar”.  
O foi implantado há menos de dois anos e já alcança resultados bastante positivos como prêmios em concursos, além da mudança de comportamento desses jovens proporcionado pelo novo modelo.
Das 7h às 11h os alunos de 5º ao 7º ano têm aulas regulares. Às 11h30 é servido almoço e às 13h iniciam as oficinas extracurriculares. Ao todo os estudantes permanecem 10 horas na escola e recebem três refeições.  As práticas extracurriculares educativas são totalmente alinhadas com as aulas regulares, conforme cada componente curricular. De acordo com a política nacional de Educação em Tempo Integral, do Ministério da Educação, o apoio em português e matemática, bem como a prática de esportes são obrigatórios.
O resultado desse trabalho traz benefícios aos estudantes, que além de desenvolverem aptidões artísticas programam a confecção de folders  e informativos orientativos na divulgação escolar das atividades.
Por enquanto, a adesão à jornada ampliada é opcional, mesmo assim, o índice de alunos que querem participar, segundo a direção da escola, é grande.

Atualmente, Várzea Grande possui ao menos 102 educadores e pessoas envolvidas com o projeto da Escola em Tempo Ampliado em nove escolas municipais localizadas em regiões em situação de vulnerabilidade ou com baixos índices sociodemográficos.

 

0 comentários:

Postar um comentário