sábado, agosto 19, 2017

Presidente da Caixa assina acordo para retomada do ‘Minha Casa, Minha Vida’ e defende retomada do VLT


Após a assinatura do acordo de retomada das obras paradas do programa Minha Casa Minha Vida em Mato Grosso, na manhã desta sexta-feira (18-08-17) – no Palácio Paiaguás, o presidente da Caixa Econômica Federal, Gilberto Occhi, defendeu a retomada das obras do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) em Cuiabá e Várzea Grande.
De acordo com ele, o banco deve ajudar o governo do Estado na retomada do modal, assim que os questionamentos jurídicos forem sanados.
"O objetivo é vencer os questionamentos que estão na Justiça e retomar a obra o mais rápido possível. Esse é um esforço grande do governo do Estado com a Caixa Econômica Federal. O VLT é fundamental para a mobilidade urbana e deve ser terminado", afirmou.
Occhi afirmou ainda que os vice-presidentes da Caixa vão ajudar na retomada da obra oferecendo ajuda às construtoras que estão com dificuldade e precisam de carência e repactuação.
O Governo do Estado esperava aprovação de um empréstimo de R$ 800 milhões para retomar as obras junto à Caixa Econômica, quando a Polícia Federal (PF) deflagrou no último dia 9 de agosto a Operação Descarrilho, que tem como base das investigações, fraudes na licitação e no contrato do modal que começou a ser construído na gestão Silval Barbosa (PMDB).
Conforme o governador Pedro Taques (PSDB), o Executivo aguarda o andamento da ação na Justiça Federal para poder dar continuidade no processo do VLT ou buscar outra alternativa para as obras já iniciadas e paralisadas desde dezembro de 2014. “A Caixa sempre esteve à disposição para ajudar no VLT, e agradecemos por isso. Agora nos resta esperar essa situação jurídica”, pontuou o tucano. 
 

0 comentários:

Postar um comentário