terça-feira, agosto 22, 2017

Pró-família chega a Várzea Grande e em outros 18 municípios


O Programa Pró-Família, criado pela Lei Estadual n.º 10.523/2017, está sob a coordenação da Secretaria Estadual de Trabalho e Assistência Social – SETAS e prevê ações de transferência de renda com condicionalidades, articulada com outras secretarias estaduais e instituições não governamentais, para que de forma integrada viabilizem o desenvolvimento social de 35.000 famílias, com vistas a  superação das vulnerabilidades e redução das desigualdades. 

 A proposta consiste em desenvolver em todos os municípios do Estado de MT uma ampla Rede de Proteção, Vigilância, e de Direitos (RPVD, executado pelas  Secretarias Municipais de Assistência Social e/ou congêneres, pautado em um modelo de gestão compartilhada, no qual se propõem a enfrentar aspectos multidimensionais da pobreza, garantindo, respectivamente, o acesso à renda, aos serviços sociais básicos e a ações de desenvolvimento das capacidades das famílias, para superação da condição de vulnerabilidade.
Várzea Grande foi 19º município beneficiado pela entrega do cartão, que já aconteceu em Alta Floresta, Barra do Garças, Novo São Joaquim, Alto Garças, Araguaina, Torixoréu, Ribeirãozinho, Ponte Branca, General Carneiro, Pontal do Araguaia, Alto Taquari, Jaciara, Jaciara, Dom Aquino, Juscimeira, Rosário Oeste, Jangada, Acorizal e São Pedro da Cipa. Ao todo, 2957 entre famílias, agentes comunitários de saúde e assistentes sociais receberam os cartões nesses municípios.
“Reconhecemos esse programa como uma garantia de cidadania as pessoas. Quem receber tem garantida a alimentação, mas mais do que isso, o apoio para deixar a situação de extrema vulnerabilidade”, comenta a prefeita de Várzea Grande Lucimar Campos.
Na solenidade simbólica que marcou a entrega dos cartões, na manhã desta terça-feira (22-08-17), o governador Pedro Taques destacou que o Estado apoia a população, “em especial nesse momento de dificuldade, para garantir a alimentação, e promover qualificação e emprego para mudar a realidade e a vida de cada um”.
O secretário Max Russi reforçou que o programa cria uma rede de proteção social para as pessoas que hoje se sentem a margem da sociedade, sem oportunidades de trabalho ou condições de subsistência.
O titular da Setas lembrou que mais de 70 cartões ainda serão encaminhado à Várzea Grande. Pois a meta de entrega do município nessa oportunidade era de 431 cartões, mas por necessidade de atualização cadastral, essas pessoas não receberam.  
Além dos cartões, o governador do Estado, Pedro Taques, anunciou o repasse de R$ 257 mil, em cota única, para reestruturação dos Centros de Referência em Assistência Social (CRAS), como também, subsídio aos mais de 6 mil Agentes Comunitários de Saúde que atuam em todo Estado, no valor de R$ 100, complementando a renda por mais dois anos. 


 

0 comentários:

Postar um comentário