domingo, agosto 20, 2017

Procura-se o entusiasmo desesperadamente! *Rafaella Bessa


"Entusiasmo vem do grego en + theos, literalmente 'em Deus', originalmente significava inspiração ou possessão por uma entidade divina ou pela presença de Deus. Atualmente, pode ser entendido como um estado de grande euforia e alegria, refletindo em uma consequente coragem. Uma pessoa entusiasmada está disposta a enfrentar desafios, não se deixando abater mais que o necessário e transmitindo confiança aos demais ao seu redor. O entusiasmo pode portanto ser considerado como um estado de espírito otimista." (material retirado da internet: http://pt.wikipedia.org/wiki/Entusiasmo)."
O conceito acima já diz muito, mas pode-se perguntar: porque o desespero pelo entusiasmo?
Porque ele se encontra escasso. Se sai de casa sem prever enfrentar com algumas situações porém tem se tornado comum encontrarmos pessoas tristes, mal humoradas, com semblante lamentável, sem euforia, sem alegria, sem coragem e sem confiança; algumas atrás de uma mesa, de um balcão, de um caixa, ou no exercício de uma função que esteja desempenhando sem querer ou mesmo sem entender o porque, sem compreender os reais motivos mas sim única e exclusivamente para cumprir uma ou algumas obrigações, dolorosas as vezes!
Pessoas sem cuidados internos e externos (nem um batom, nem um cabelo bem arrumado). Cadê o amor próprio? A autoestima?) Pessoas que nem olham no seu rosto, nos seus olhos, que entram nos elevadores e nem um "BOM DIA ou BOA TARDE ou um SORRISO" são capazes de ofertar! Pessoas que se assustam se você agradece pelo atendimento, pela ajuda ou olham para você com olhar de metralhadora dizendo "O QUE TEM DE BOM MINHA SENHORA, ESTOU FAZENDO SÓ O MEU TRABALHO NADA MAIS".
Se não gostas do que fazes é necessário compreender este processo pois ele faz parte da nossa vida, para se chegar ou alcançar as metas traçadas ou o que desejas (Leia aqui nosso texto sobre metas). Já disse a poeta e escritora Cecília Meireles: "O segredo do sucesso não é fazer o que se gosta, mas sim, gostar do que se faz"!
Pode-se pensar que para o outro, para o vizinho, as coisas, conquistas e oportunidades são sempre mais fáceis porém o importante mesmo é que seja feito o que compete da melhor forma possível, assim serão vistas as conquistas e as melhoras acontecerão porém com os olhos fixos em si não nos outros.
O mercado de trabalho procura por pessoas ENTUSIASMADAS, ENVOLVENTES, RESPONSÁVEIS e que dão um pouco mais, que buscam CONHECIMENTO, exercitem suas HABILIDADES e tenham ATITUDE mas e se derrepente escolhe-se enfurna no seu mal humor, no atendendo apático, se escora na necessidade de achar que o mundo é o problema, que você é vítima sendo mediocre em simplesmente cumprir sua tarefa e não ir "um pouco mais" com certeza se perde inúmeras oportunidades de crescimento e desenvolvimento.
"NÃO IMPORTA QUAL SEJA A TAREFA OU O TRABALHO, GOSTE DO QUE ESTÁ FAZENDO AGORA PARA, UM DIA, FAZER O QUE GOSTA NA HORA QUE DESEJAS"(Trecho do livro - A vida é um combate, Sucesso é dor! Autor: Rogério Caldas).
Para terminar, um convite à reflexão:
HÁ QUATRO TIPOS de pessoas neste mundo:
1) Aquelas que fazem as coisas acontecerem.
2) Aquelas que assistem os acontecimentos.
3) Aquelas que se perguntam: o que aconteceu?
4) Aquelas que não sabem de nada que aconteceu.
(Trecho retirado do livro Milagres que Acontecem, autora: Sra. Mary Kay Ash).
Qual se deseja ser?
A pessoa que se escolhe ser, é aquela a qual se alimenta a tal proporção do seu ENTUSIASMO, assim, florescerá ou morrerá a pessoa que você alimentar e desenvolver no dia a dia!
Ótima semana e rumo ao encontro do entusiasmo!
Boas práticas!

*Rafaella Bessa é Empresária e Coach

 

0 comentários:

Postar um comentário