terça-feira, agosto 15, 2017

Várzea Grande entra para o grupo de cidades com política de saneamento básico


O município de Várzea Grande deverá entrar ainda este ano no grupo de municípios de Mato Grosso e do Brasil, com um Plano Municipal de Saneamento Básico (PMSB) e a Lei da Política de Saneamento Básico (LPSB) que norteará todas as ações voltadas para melhorar a qualidade de vida de toda população em termos de saúde pública, bem como, adotar cuidados relativos ao meio ambiente e a preservação ambiental.

Segundo a Organização Mundial de Saúde – OMS, mais de um quarto das mortes de crianças com menos de cinco anos, (1,7 milhão de meninos e meninas), são causadas por fatores ambientais como poluição, falta de saneamento básico e uso da água imprópria para consumo humano.

“Estamos plantando uma semente que será fundamental na construção de uma Várzea Grande melhor para todos, só que este tipo de política tem que ser perene, ou seja, permanente pois a necessidade de se cuidar do saneamento básico não pode e não deve sofrer trégua por parte de governantes e da própria população”, disse a prefeita Lucimar Sacre de Campos.

Já foi aprovada em audiência pública, minuta dos projetos de Lei da Polítia Municipal de Saneamento Básico e do Plano Municipal de Saneamento Básico. Com alterações propostas pela sociedade várzea-grandense presente na audiência, os projetos de lei seguem para fase de apreciação da prefeita Lucimar Campos e na sequencia irão para aprovação dos vereadores, e só então se transformarão em lei municipal.

Os projetos de lei contem temas estruturantes quanto à universalização de água potável, esgotamento sanitário, manejo de resíduos sólidos (lixo) e drenagem de águas pluviais, que irão orientar a execução do Programa de Aceleração para o Crescimento (PAC) em Várzea Grande com investimentos públicos que superam os R$ 500 milhões até 2030, sendo ao menos 40% destes valores de contrapartida dos cofres públicos municipais.


Os setores de drenagem e resíduos sólidos também estão contemplados no Plano Municipal de Saneamento básico. Prova disso são os 25 bairros da cidade que já estão recebendo um pacote em obras que incluem pavimentação asfáltica, galerias de águas pluviais, obras de terraplenagem e sinalização horizontal e vertical das vias. 

 

0 comentários:

Postar um comentário