quarta-feira, agosto 09, 2017

VLT: Polícia Federal realização operação e conduz ex-secretário da Secopa a sua sede


Teve início na manhã desta quarta-feira (09-08-17) a Operação Descarrilho, executada pela Polícia Federal, para cumprir 19 mandados judiciais em Mato Grosso e mais 4 estados. 18 mandados é de busca e apreensão e um de condução coercitiva do ex-secretário da Copa, Maurício Guimarães. Ele foi levado para a sede da Polícia Federal por volta das 7h,está acompanhado de 2 advogados.
A condução coercitiva é também chamada de “prisão cautelar” de curta duração, pois o indivíduo é obrigado a acompanhar a autoridade policial que o conduz para prestar depoimentos e esclarecimentos, respeitando suas garantias legais e constitucionais.

O inquérito policial apura crimes de fraude a processo licitatório, associação criminosa, corrupção ativa e passiva, peculato e lavagem de capitais ocorridos durante a escolha do modal do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) e sua execução em Cuiabá.

De acordo com a assessoria de imprensa da Polícia Federal, dos mandados de busca e apreensão, 10 são cumpridos 10 Cuiabá, 1 em Várzea Grande, 1 em Belo Horizonte (MG), 1 no Rio de Janeiro (RJ), 1 em Petrópolis (RJ), 2 em São Paulo (SP) e 2 em Curitiba (PR). A maioria dos mandados são cumpridos em empresas.
A casa de Maurício foi um dos locais alvos de buscas. Os agentes da Polícia Federal apreenderam mídias e documentos. Ainda tem agentes nas ruas em realizando diligências.
Durante a investigação foram colhidos elementos de prova pelo Ministério Público Federal (MPF) e pela Polícia Federal que apontam fundados indícios de acertos de propina com representantes de empresas integrantes do Consórcio VLT Cuiabá-Várzea Grande, bem como desvio de recursos por intermédio de empresas subcontratadas pelo consórcio.

O inquérito policial tramita na 7ª Vara da Justiça Federal de Cuiabá.
 

0 comentários:

Postar um comentário