sexta-feira, setembro 15, 2017

Secretaria de Gestão alerta servidores para fim do recadastramento


A Secretaria de Estado de Gestão (Seges) alerta os servidores públicos ativos do Estado para a data final do recadastramento que vai até 29 de setembro.
De acordo com relatório emitido esta semana pela Gerência de Indicadores de Pessoal da Seges, dos 48.312 servidores aptos a se recadastrarem 8.132 ainda não iniciaram o processo e outros 8.083 iniciaram mas não finalizaram. Deste total, 6.451 estão em andamento, ou seja, esses servidores já preencheram alguns dados no sistema, mas não chegaram à etapa final. Outros 1.643 estão aguardando validação da chefia imediata.
Além de ter o salário suspenso, o servidor que não concluir o recadastramento no prazo previsto responderá Processo Administrativo Disciplinar (PAD) para apuração dos fatos.  Ele ainda terá que instaurar um processo de regularização contendo requerimento padrão preenchido, com comprovante de conclusão da atualização cadastral extemporânea e apresentar cópia das três ultimas folhas de frequência.
Passo a passo
Ao abrir a página da Seges, o servidor deve clicar na opção “Recadastramento de Servidores”. A partir deste ponto o funcionário já estará navegando na página do recadastramento. Na próxima página, ele escolherá entre as opções “Servidor Público” ou “Empregado Público”.
Em seguida ele deve optar pela opção que corresponde ao seu vínculo com o Estado e então inserir a sua matrícula, o CPF e data de nascimento e clicar no botão “entrar”. No próximo passo o servidor deve inserir seu e-mail pessoal ou particular pelo qual ele receberá um link por e-mail que confirmará que o servidor poderá continuar o recadastramento.
Não será permitida a utilização de e-mail setorial, apenas e-mail pessoal ou institucional que seja de uso particular.
O link recebido por e-mail dará acesso à página principal do recadastramento. Nela, o servidor irá navegar e preencher os dados nas abas: dados pessoais; documentos; endereço; formação; capacitação; dependentes e vínculos.
Na etapa final, a confirmação de vínculo deve ser feita pela chefia imediata, que é a pessoa que está diretamente ligada hierarquicamente ao servidor. O funcionário deve editar as informações de vínculo e adicionar a matrícula do chefe imediato para que ele realize a validação.

Ao final do processo, é importante verificar a validação da chefia imediata e concluir o recadastramento, emitindo assim o comprovante de regularidade no recadastramento de 2017. Em caso de dúvidas ou problemas, o servidor deve procurar o setor de Recursos Humanos do seu órgão.
 

0 comentários:

Postar um comentário