sexta-feira, outubro 27, 2017

Adversário de Taques defende PEC e alfineta deputados opositores


Integrante da oposição ao governador Pedro Taques (PSDB), o deputado estadual Zeca Viana (PSD) afirmou que votou a favor da Proposta de Emenda Constitucional (PEC) do Teto de Gastos, na última terça-feira (24-10-17), por acreditar que a medida trará benefícios a Mato Grosso.

A proposta determina o congelamento dos gastos públicos em um prazo de cinco anos. O texto foi encaminhado pelo Executivo à Assembleia no fim de setembro.

A PEC foi aprovada na terça-feira, por 16 votos a quatro. Os parlamentares contrários à proposta foram Janaina Riva (PMDB), Valdir Barranco e Allan Kardec, ambos do PT, e Wancley Carvalho (PV).

Uma das surpresas durante a aprovação foi o voto do deputado Zeca Viana, que apoiou o projeto encaminhado pelo Executivo.

Zeca Viana justificou que não é por ser oposição a Pedro Taques que deverá ir contra todas as propostas do Governo do Estado.

“Eu sou oposição ao Governo, mas não sou contra o Estado. A PEC é boa para Mato Grosso, nós sabemos disso. Não tem jeito, nós temos que ir ao enfrentamento”, declarou.

Segundo ele, a PEC trará economia de R$ 1,3 bilhão ao Estado no próximo ano. Apesar de a medida não garantir o fim da dívida bilionária, ele disse que trará melhor forma de pagamento e ajudará na crise econômica enfrentada em Mato Grosso.

“Nós temos essa economia de R$ 1,3 bilhão, para deixar de pagar no ano que vem. Inclusive, o próprio governador falou que a aprovação da PEC é a solução definitiva para a saúde no Estado. Então, vamos esperar que ele cumpra a parte dele, porque esse dinheiro vai vir pro caixa, pro governador fazer as ações necessárias para o nosso Estado”.

“Aprovando a PEC, o Estado não vai deixar de pagar as dívidas, mas vai alongar o prazo de pagamento”, acrescentou.

Alfinetada na oposição

Para o parlamentar, os demais membros da oposição que votaram contra a PEC tiveram somente o interesse de atender aos pedidos dos servidores públicos estaduais.

"É uma questão de proteção dos servidores mais do que o posicionamento de cada um. Não tenho dúvida de que a deputada Janaina [Riva], o Allan Kardec e o Valdir Barranco sabem o que é bom para o Estado. Eles sofreram a pressão dos servidores e, como sempre vinham defendendo os servidores, mantiveram esse apoio”, declarou.

Ele ainda alfinetou os aliados que compõem a oposição ao governador Pedro Taques.

“Se você está defendendo uma causa, tem que ver o que está defendendo e o que quer da causa. Não é dizer que não quer somente por ser contra. Não é assim”.

Para ele, os colegas do Legislativo não souberam dizer “não” aos servidores públicos em relação à proposta.

“Eu também defendi e defendo os servidores. Mas tem momentos em que há limites e chegou nesse limite. E eles [os outros membros da oposição] não tiveram, talvez, essa capacidade de dizer: 'não, gente, a PEC é boa para o Estado e nós temos que aprovar'. Eles preferiram ficar do lado dos servidores”, afirmou.

Texto original de VINÍCIUS LEMOS

Midia News

0 comentários:

Postar um comentário