segunda-feira, novembro 20, 2017

Com elogios à Lava Jato, Álvaro Dias lança pré-candidatura à Presidência


Discursando contra os partidos políticos -que definiu como atores de um "quadro deteriorado", que "mergulhou pais num oceano de dificuldades-, o senador Alvaro Dias (Podemos-PR) divulgou, neste domingo (19-11-17), a sua pré-candidatura à Presidência em 2018.
Dias participou de um evento na Assembleia Legislativa de São Paulo, promovido pela juventude de seu partido. Elogiou as ações de combate à corrupção do Ministério Público, da Justiça e da Polícia Federal. Citou dois "ícones da Justiça": os juízes da lava Jato Sergio Moro e Marcelo Bretas).
"Ou [os políticos] mudamos, ou seremos atropelados por esse sentimento irresistível", afirmou.
"Organizações criminosas", "lavanderias do dinheiro público", "filhos do Petrolão" e "sanguessugas" foram alguns dos termos que o senador usou para se referir à classe política.
"Há no inconsciente coletivo um movimento que emerge, avassalador, contra os velhos conceitos, que estão arraigados ainda entre os analistas", ele diz. "Imagino as pessoas lúcidas, conscientes de que a omissão pode ser tragédia política renovada."
Ele diz apostar que o PSDB, que deixou em 2015, enfrentará rejeição nas urnas em 2018.
Os tucanos veem algumas de suas principais lideranças, como os senadores José Serra (SP) e Aécio Neves (MG), atingidos pelas investigações da Lava Jato.
Além disso, o partido tem vivido uma divisão interna sobre permanecer ou desembarcar do governo Temer.


FOLHAPRESS

0 comentários:

Postar um comentário