terça-feira, novembro 07, 2017

Vereador Toninho de Souza deixa base de sustentação do prefeito pode assinar CPI para investigar Emanuel


O vereador Toninho de Souza (PSD) pode dar mais uma assinatura no requerimento que pede a criação de uma Comissão Parlamentra de Inquérito (CPI) para investigar o prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro do PMDB.
Na manhã desta terça-feira (07-11-17) o próprio vereador, durante sessão da Câmara, informou que está deixando o grupo que forma a base de sustentação da atual gestão na casa de leis para se posicionar sobre a CPI. O parlamentar disse que vai se reunir com a base para definir se assina o requerimento. Com a nona assinatura a CPI deve ser instalada em cinco dias.
A investigação foi proposta pelo vereador Marcelo Bussiki (PSB) após um vídeo do prefeito Emanuel Pinheiro ter sido veiculado em rede nacional, no qual ele recebia maços de dinheiro e guardava no paletó quando era deputado estadual e o governador de Mato Grosso era Silval Barbosa (PMDB). Depois de virar delator, Silval e seu ex-chefe de gabinete, Silvio Cézar Corrêa Araújo afirmaram em acordos de delação premiada que o dinheiro era propina que ele pagava em forma de mensalinho para ter apoio político na Assembleia Legislativa.

Até o momento, já assinaram a petição os vereadores Marcelo Bussiki (PSB), Dilemáro Alencar (PROS), Felipe Wellaton (PV), Elizeu Nascimento (PSDC), Abílio Júnior (PSC), Sargento Joelson (PSC), Diego Guimarães (PP) e Gilberto Figueiredo (PSB). 

0 comentários:

Postar um comentário