segunda-feira, março 12, 2018

Correios alega que paralisação de funcionários é ilegal


Após trabalhadores dos Correios anunciarem e aderirem a uma paralisação, , nesta segunda-feira (12-03-18) a instituição alega que o movimento é injustificado e ilegal, já que não houve descumprimento das cláusulas do acordo coletivo.

Segundo os Correios, as reivindicações feitas pelos empregados sobre as mudanças na forma de custeio do plano de saúde, não condizem com o motivo da paralisação. 
Ainda conforme a empresa, os custos de plano de saúde dos trabalhadores representam 10% do faturamento dos Correios, levando a uma despesa da ordem de R$ 1,8 bilhão ao ano.

Em nota, os Correios afirmam que apesar da paralisação "até o momento, todas as agências, inclusive nas regiões que aderiram ao movimento, estão abertas e todos os serviços estão disponíveis".

0 comentários:

Postar um comentário