sexta-feira, março 09, 2018

Pedro Taques quer aumentar contribuição previdenciária de 11% para 14%


O governo Pedro Taques (PSDB) deverá apresentar aos servidores públicos a proposta de aumento da contribuição previdenciária de 11% para 14%, além da possibilidade de alguns servidores optarem por uma previdência complementar.
De acordo com o secretário de Estado de Fazenda, Rogério Gallo, a proposta é necessária e está de acordo com o cálculo atuarial. "A proposta será o aumento da alíquota de contribuição de 11% para 14%. E o Estado também vai contribuir mais. Passará de 22% para 26%", disse o secretário.
Já o representante do Fórum Sindical - entidade que representa mais 30 sindicatos e associações do funcionalismo público, Oscarlino Alves, disse que a categoria vai cobrar o compromisso feito pelo governo Pedro Taques.
"Em 2017 quando o governador Pedro Taques negociou com a gente o parcelamento da RGA de 2017 e 2018, ficou acordado que só iniciaríamos uma discussão sobre previdência após ele pagar a totalidade da RGA de 2017. Ele pagou apenas uma parcela de 2,19%. Ainda faltam duas. Então ele tem que honrar a palavra que deu", disse Oscarlino.

Atualmente,o déficit financeiro já ultrapassa R$ 800 milhões, fazendo com que o governo aporte esse valor do Tesouro Estadual para pagar as despesas da previdência.

0 comentários:

Postar um comentário