terça-feira, março 27, 2018

Primeira Liga anuncia que não realizará competição este ano


A Primeira Liga anunciou nesta terça-feira que desistiu de realizar sua competição este ano. Enfrentando mais uma vez problemas com datas, e com pouco interesse dos clubes, a organização decidiu retomar a copa apenas em 2019.
A decisão foi confirmada em comunicado publicado no seu site oficial. "A Diretoria da Copa da Primeira Liga comunica que, em comum acordo com todas as partes interessadas, a competição não será realizada em 2018. No entanto, o trabalho continua sendo desenvolvido para viabilizar um torneio forte e estruturado a partir de 2019", diz parte do texto.
Disputada pela primeira vez em 2016, a competição surgiu de um movimento de clubes descontentes com os Estaduais e que tentavam restabelecer a disputa da Copa Sul-Minas. Flamengo e Fluminense, então em litígio com a Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj), também se uniram ao grupo. A CBF chegou a sinalizar com aval para a competição, mas às vésperas do torneio vetou a copa. Os clubes, porém, realizaram a competição mesmo assim.
O público no primeiro ano foi satisfatório, mas a falta de datas no apertado calendário do futebol brasileiro fez com que os principais clubes optassem por usar times reservas ou mesmo formado por juniores na edição do ano passado. Assim, o público também foi minguando.
No mês passado, a organização da Primeira Liga anunciou que a disputa este ano seria modificada. Em vez de uma fase de grupos, a competição seria toda em formato de mata-mata. A ideia era disputar a Copa da Primeira Liga em junho e julho, aproveitando o recesso para a Copa do Mundo. Mas o projeto não foi à frente.
Apesar disso, os organizadores prometem retomar a competição em 2019. E esperam contar com o aval da CBF. "Na última semana, reuniões com a Confederação Brasileira de Futebol e com a Rede Globo deixaram adiantadas as tratativas para um torneio no início da temporada 2019, com quatro a sete datas, com término até março", informou a Primeira Liga.

0 comentários:

Postar um comentário