quarta-feira, abril 04, 2018

Contrato entre Detran e EIG está sob intervenção


O governador Pedro Taques (PSDB) determinou a intervenção do Estado no contrato firmado entre o Detran-MT e a empresa EIG Mercados por 180 dias e nomeou como interventor Augusto Sérgio de Sousa Cordeiro. A decisão foi publicada no Diário Oficial desta quarta-feira (04-04-18) e foi levado em conta indícios de crimes de improbidade administrativa.
No decreto o governo diz que a medida pode ser prorrogada. “Fica decretada a intervenção do Estado de Mato Grosso no serviço público de registro dos contratos de financiamento de veículos com cláusula de alienação fiduciária, de arrendamento mercantil, de compra e venda com reserva de domínio ou de penhor no Estado de Mato Grosso, concedidos por meio do Contrato de Concessão de Serviço Público nº 001/2009, pelo prazo de 180 (cento e oitenta) dias, prorrogável”, diz trecho.
A investigação do Detran, proveniente da Operação Bereré, tem como base a delação premiada do ex-presidente da autarquia, Teodoro Moreira Lopes, o Doia e também as delações do ex-governador Silval Barbosa e seu irmão, o empresário Antônio da Cunha Barbosa Filho, conhecido como Toninho Barbosa. Os responsáveis pela investigação afirmam que pelo menos R$ 27 milhões foram desviados.
Conforme as investigações do Ministério Público Estadual (MPE), o contrato da EIG para registrar o financiamento de veículos foi firmado por meio de licitação fraudada e com aplicação de preços exorbitantes, uma vez que o próprio Detran-MT teria capacidade de realizar os serviços.

0 comentários:

Postar um comentário