sábado, abril 28, 2018

Cuidados com o coração





A falta de exercícios físicos tem sido uma constante entre os brasileiros que trabalham no Japão. Some-se a isso uma alimentação rica em gorduras, como a feijoada e o churrasco. O resultado é o aumento dos problemas cardíacos no arquipélago, de acordo com uma pesquisa realizada por estudiosos do Rio Grande do Sul, em maio deste ano.

As doenças cardiovasculares preocupam pois agem silenciosamente e, quando menos se espera, se manifestam. “Infelizmente, cerca de 50% das pessoas que têm um infarto não fizeram exames e, por isso, nem sabiam que tinham problemas”, explica o cardiologista Wilson Salgado Filho, médico-assistente da Unidade Clínica de Dislipidemias do Instituto do Coração do Hospital das Clínicas.

Além do excesso de peso, colesterol elevado, pressão alta, tabagismo, estresse e diabetes são os principais fatores que levam a doenças cardiovasculares. “Elas são causadas pelo entupimento de artérias e veias que irrigam o músculo cardíaco, devido ao acúmulo de gordura em suas paredes internas”, afirma o médico.

Para prevenir as doenças do coração, nada melhor do que mudar o estilo de vida, realizar um check-up todos os anos, não abusar das delícias da culinária brasileira e investir nos pratos japoneses, à base de peixe e soja, comprovadamente saudáveis. Confira, a seguir, as dicas do cardiologista Salgado Filho. Assim, é possível fugir dos perigos dos problemas cardíacos e manter um coração sempre saudável.

Entenda as doenças cardiovasculares

1 O que são
As doenças do coração são aquelas que atingem as válvulas cardíacas, ou seja, os vasos e artérias responsáveis por nutrir o músculo cardíaco.

2 Como ocorrem
Devido ao entupimento das artérias, o coração fica sobrecarregado, sofrendo, geralmente, um infarto ou insuficiência cardíaca.

3 Tratamento
Clínico: à base de remédios que controlam fatores, como o colesterol e a pressão alta, que contribuem para o entupimento das artérias. Angioplastia: procedimento não-cirúrgico no qual as artérias são desobstruídas. Ponte de safena: desvio cirúrgico feito, geralmente, com uma parte da veia safena da perna que substituirá o pedaço de artéria entupido.


Verdades e mentiras sobre os problemas cardíacos

1 É verdade que os homens que já sofreram um infarto têm mais chances de terem outro?
Sim. Essas pessoas são mais vulneráveis aos fatores de risco. Seus vasos são mais sensíveis em decorrência do primeiro infarto e, por isso, podem vir a sofrê-lo novamente.


2 É verdade que os homens têm mais tendência a sofrer ataques cardíacos?
Sim. Isso acontece porque as mulheres possuem o hormônio progesterona, que promove uma maior proteção ao coração. Mas, após a menopausa, as chances delas sofrerem um infarto passam a ser as mesmas que as de um homem.


3 É verdade que os fumantes têm risco mais elevado de sofrer um infarto?
Sim. O fumo soma 30% mais chances de desenvolver o infarto. Sem contar o risco de embolia pulmonar. As substâncias presentes no tabaco formam placas nas paredes das artérias e vasos, impedindo a passagem de sangue e oxigênio. Em alguns casos, se essas placas forem parar no pulmão, há sérios riscos de ocorrer a embolia pulmonar.


4 É verdade que a hereditariedade é um dos principais fatores de risco?
Sim. Por isso é importante que todas as pessoas que têm um caso na família se cuidem e realizem check-ups anuais. Manter um estilo de vida equilibrado, com oa alimentação e atividades físicas, também é fundamental.


5 É verdade que o colesterol é prejudicial à saúde?
Não. Vai depender de que tipo de colesterol. O HDL, o bom colesterol, é responsável por parte da produção dos hormônios sexuais e também auxilia a desentupir as artérias. Já o LDL é ruim. Ele faz o papel inverso: entope as artérias.


Dicas


Alimentação
A culinária japonesa é uma ótima opção para quem deseja tratar do coração sem abdicar de pratos saborosos.


Peixe: os frutos do mar são excelentes fontes de ômega 3, gorduras que agem na diminuição do risco de doenças cardiovasculares, normalização dos níveis de colesterol, além de atuarem no sistema imunológico.

Arroz: combate o colesterol ruim (LDL), hipertensão, diabetes e até câncer de intestino. Alga: é rica em iodo, magnésio, cobre, cálcio, ferro e zinco. Uma de suas substâncias, a isoflavona, diminui a incidência de doenças cardíacas.

Soja: contribui para a dissolução de coágulos e evita o acúmulo de colesterol nas artérias, prevenindo derrames e ataques cardíacos.

Atividades físicas

Caminhada: de acordo com um estudo norte-americano foi comprovado que cerca de 30 minutos de caminhada diária são suficientes para manter o coração em dia. Segundo os pesquisadores, o exercício compensa o pequeno, mas constante, ganho de peso que ocorre na falta de atividades físicas e, assim, o músculo cardíaco não sofre.

Ao ar livre
: mesmo com a agenda lotada, procure reservar um tempo para os exercícios físicos e não deixe de fazê-los. Atividades ao ar livre são importantes, já que proporcionam o bemestar e relaxamento, combatendo o estresse e, conseqüentemente, problemas no coração.


Cuidado com excessos: a prática exagerada de exercícios também pode ser prejudicial. Ela pode 
causar arritmias e até levar à morte por insuficiência respiratória. Exercitarse diariamente por 30 minutos, três vezes por semana, já é mais que suficiente.


Danúbia Guimarães

0 comentários:

Postar um comentário